Professor de Jornalismo lança documentário 'Golpe'

Guilherme Castro é professor da Ulbra Canoas e cineasta há 30 anos

Reprodução

Com dezenas de filmes no currículo, Guilherme Castro lança mais um na próxima semana. 'Golpe' é uma produção codirigida pelo professor do curso de Jornalismo da Ulbra Canoas, em parceria com Luiz Alberto Cassol. A pré-estreia acontece em 14 e 15, às 20h30, e 16 às 21h, no Cinebancários (Rua General Câmara, 424 - Centro). De acordo com ele, que é cineasta há 30 anos, o longa-metragem tem uma abordagem política e histórica muito clara e sintética, mas, ao mesmo tempo, muito aprofundada.

Na visão de Castro, o documentário não procura se apresentar como uma produção sem posição. Desde o seu título, já assume um posicionamento, mas isso, garante o docente, não é simples. "Quando você assume uma posição, precisa haver consistência. Não tem neutralidade, mas tem responsabilidade, profundidade e a certeza de que o filme não esgota o tema, é possível dar continuidade a ele", afirma.

A produção do longa começou em 2015 e retomou as gravações em 2016. Tem a participação do jornalista Juremir Machado, do presidente da Central Única dos Trabalhadores do estado (CUT), Claudir Nespolo, do ex-governador Tarso Genro, entre outros. "A expectativa é de um bom público. Além disso, buscamos conseguir um debate inteligente, não apenas sobre o tema, mas de reflexão sobre cinema e documentário", conta.

O professor, que é formado em Jornalismo e Direito, cursa doutorado em Cinema. Ao longo da carreira, produziu filmes como Becos, Transversais, Boaventura e Saúde. "O curta-metragem mais premiado até hoje é o Terra Prometida, no qual foi vencedor de três Kikitos de direção, filme e atriz no Festival de Cinema de Gramado", enaltece Castro.

Comments