Notícias de mercado da comunicação do RS.

Home Artigos Como criar um plano de marketing eficiente em 6 etapas

Como criar um plano de marketing eficiente em 6 etapas

Por Fabio Ricotta
Compartilhar
,

Empresários e empreendedores costumam ter dúvidas sobre como criar um plano de marketing eficiente. Segundo o empresário Fabio Ricotta, CEO da Agência Mestre, agência especializada em Marketing Digital, existem empresas com anos de experiência que também precisam de um plano de marketing. “É possível fazer isso em seis etapas bastante simples, ainda que sejam trabalhosas”, explica, antes de listar.

1- Conhecer o público

A primeira etapa, considerada a mais importante, é conhecer bem o público-alvo. Ricotta ensina que, ao criar uma campanha, deve-se definir com quem ela vai “conversar”. “Saiba qual a idade do seu público, onde vive, o que costuma ler, quais sites visita constantemente, qual a renda média e quaisquer outras informações que puder obter”, explica. Segundo o especialista, esses dados são fundamentais para começar a desenhar a persona, que representa o real público-alvo. “Essa é, aliás, a primeira etapa também do Inbound Marketing, que é uma das grandes tendências do marketing digital”, completa.

2- Entender o produto

O segundo passo é atentar-se ao produto ou serviço, que precisa ser muito bem entendido. “Pergunte-se quais são os benefícios dele, veja o que ele favorece e também como funciona, pois essas informações, juntas, serão a porta de entrada para todos os canais de marketing”, explica. O especialista conta que existem muitas empresas que realizam campanhas de marketing sem compreender plenamente o produto ou serviço que vendem.

3- Descobrir as dores

Passo atrelado ao número um, este exige que se saiba das dores e desejos que o público-alvo possui. “Por que essas pessoas vão comprar um dos seus produtos? O que eles estão sentindo na pele? Ao saber disso, relacione as respostas com as transformações que o produto causa”, completa.

4- Desenhar uma estratégia

Depois que o cenário de produto e público foi traçado, o segredo é começar a desenhar uma estratégia. “Para isso, defina quais são os canais que você vai atacar primeiro”, explica Ricotta. De acordo com o especialista, é importante ver, no marketing digital, estratégias de curto prazo, como anúncios e espaços do AdWords e Facebook Ads, separadas das estratégias de médio a longo prazo, como o Inbound Marketing e SEO.

5- Avaliar os resultados

Depois de decidir o que será feito primeiro como estratégia, é importante avaliar os resultados com o Google Analytics ou outras ferramentas. Ricotta ensina que o ideal é ter a chamada “verba de guerra”. “Essa verba é o valor de investimento no marketing, e que no primeiro mês deve ser voltada para testar diferentes canais e ver qual deles tem melhor retorno”, explica. Segundo o especialista, esses testes vão indicar para qual estratégia destinar mais verba. “Consequentemente, você diminui o investimento onde teve um ROI menor”, conta, citando o “retorno sobre investimento” que é calculado com base naquilo que mais dá resultados. Mesmo assim, o especialista destaca a importância de não “zerar” nenhuma estratégia, pois elas se complementam.

6- Melhorar constantemente

Com análises dos resultados, Fabio Ricotta conta que a última etapa de um plano de marketing eficiente é fazer a melhoria contínua. “Isso significa transitar entre os canais, investindo mais em um, tirando um pouco de outro, ou até investindo de forma mais drástica em todos os canais, para ver se eles acompanham a performance que estavam trazendo para você”, conta. “Às vezes, você consegue um ROI muito bom com Ads, mas quando você coloca mais dinheiro, ele não segue a mesma proporção, e isso faz com que a estratégia tenha que ser reavaliada”, alerta.

Fabio Ricotta é especialista em Marketing Digital de Performance e CEO da Agência Mestre.