O varejo e seus desafios contemporâneos

Por César Iguatemi Pfeifer, para Coletiva.net

Com o uso da tecnologia digital, a distribuição de bens e produtos obteve outro canal de acesso aos consumidores: o ecommerce. Com esse instrumento se tornou possível instalar uma loja virtual multimarcas e uma loja virtual de marca. A primeira vende produtos de mix e marcas diversas, enquanto a segunda vende um mix de produtos de uma única marca, direto das fábricas.

O varejo tradicional, que sempre exigiu instalações em prédios, seja de calçada ou de shopping, passou a enfrentar dois novos concorrentes que não necessitam de lojas físicas, vitrines, merchandising, vendedores, iluminação, equipamentos de exposição, etc. Nas lojas virtuais multimarcas, a concorrência se estabelece de varejo para varejo: virtual x tradicional, ou online x offline. Esse concorrente, on, exigiu uma contrapartida no varejo tradicional adicionando varejo virtual. Concorrer nas mesmas condições de tecnologia!

O que foi sendo descoberto é que os consumidores das lojas virtuais são diferentes no seu comportamento de compra dos consumidores de loja tradicional. E os estudos de Neurolinguística confirmam esses comportamentos on e off dos consumidores. O seres humanos percebem os estímulos externos por audição, visualização e contato, em uma métrica de 33% para cada percepção.

Por esses estudos comprovados, podemos estimar que a sobrevivência dos diferentes varejos estará diretamente ligado à dedicação, estudo e pesquisa dessas percepções humanas. Consumidor de produtos de loja virtual se tornou um segmento novo para o varejo e bem especifico. Portanto, o setor atual e dos próximos anos terá dois tipos de proposta de vendas: canal virtual e canal tradicional, on x off. Com esse quadro firmado pode se deduzir que as lojas tradicionais irão diminuir suas participações na rede, tendo relevância como lojas virtuais, enquanto essas vão operar como lojas tradicionais. Isso já acontece!

Essa abordagem fornece uma visão conceitual do varejo contemporâneo. Com o uso de Netnografia, pesquisa na internet, poderemos conhecer melhor as formas de comportamento de consumo, instigação e comunicação com os as redes sociais. Perfil humano de percepção será o indicador para as propostas de varejo.

César Iguatemi Pfeifer é consultor de Comercialização e Marketing e membro de Conselhos de Administração de diversas empresas.

Comments