Notícias de mercado da comunicação do RS.

Home Posts por José Antônio Moraes de Oliveira

Posts por:José Antônio Moraes de Oliveira

José Antônio Moraes de Oliveira
Autor / 419 Posts
José Antônio Moraes de Oliveira é formado em Jornalismo e Filosofia. Atuou em jornal em A Hora, Jornal do Comércio e Correio do Povo. Trocou o jornalismo por publicidade, redigindo anúncios na MPM Propaganda. Diretor de contas internacionais, morou por anos na ponte aérea Porto Alegre/ São Paulo/ Rio/Miami/New York. Foi diretor de Comunicação do Grupo Iochpe e co-fundador do Cenp (Conselho Executivo das Normas-Padrão). Atualmente, reside na Serra gaúcha.

  “Nenhuma outra forma de arte penetra tão profundamente na consciência das pessoas como um filme. Ele vai direto às emoções, entrando na penumbra …

“Se não vender, não é criativo.” (David Ogilvy) Ele foi o primeiro – e talvez o maior – ‘Ad Men’ na crônica da publicidade …

“Esta sinfonia dever ser tocada apenas 50 anos após minha morte.” (Gustav Mahler) Ele nasceu de uma família judia, de minoria alemã, na região …

“Gosto de caminhar na chuva porque ninguém me vê chorar.” (Zelda Fitzgerald) As vidraças amanhecem embaçadas, um aviso silencioso de que chegou o inverno. …

             “Decifre o passado antes que sejas transformado por ele.” (Lewis Carroll) Não eram muitos. Na verdade, mal chegavam …

“Ninguém sabe o que quer, mas todo mundo sabe o que não quer.” (Umberto Eco) Um ano após sua morte, o escritor Umberto Eco …

              “O passado bate em meu peito como um segundo coração.” (Epitáfio no cemitério Père Lachaise) Rumores ou …

“Viajar é virtude. Fazer turismo é pecado capital.” (Gustave Flaubert) Há certo tempo atrás, publiquei aqui uma crônica onde fustigava uma das pragas modernas, …

“Como uma abelha carregada de pólen, ela fertilizava escritores e poetas.” (Andre Chamson) Os cafés eram (e talvez ainda sejam) um local de culto …

              “Ela tinha um rosto esculpido, vívidos olhos castanhos, era vivaz como um pequeno animal e tão animada …

Quando Lorenzo de Médici, celebrado pelo título Lourenço, o Magnífico, pressentiu que a morte estava chegando, mandou chamar Girolamo Savonarola e lhe pediu que …

  Depois de dez anos na África do Sul, Fernando Pessoa regressa a Lisboa  e aluga um quarto em uma pensão no número 18 …

“O passado nunca está onde você pensa que o deixou.” (Katherine Anne Porter) Um dos mais emblemáticos personagens da moderna literatura inglesa atende pelo nome …

“Desastres raramente são motivo de dissuasão do comportamento de pessoas ou nações. Embora apareçam no noticiário, de forma contínua e ubíqua, são percebidos como …

“Decí, percanta, ¿Qué has hecho de mi pobre corazón?” (Pascual Contursi) É um típico café de Buenos Aires. Construído no início do século XX, …

Era um sobrado pintado de branco, com um portão de ferro e duas janelas que se abriam para a rua. E, se lembro bem, …

“Um homem com o raro poder de transpassar diferentes corações.” (G.K.Chesterton) Quando Thomas Stearns Eliot começou a escrever versos, dizia-se que estava nascendo mais …

“Só sei que Iaiá tem umas coisas Que as outras mulher não tem. O que é? Os quindins de Iaiá.” (Ary Barroso) Quando salivamos …