Oficina reúne grupo para falar sobre o propósito de ser palhaço

Encontro tratou de conexões humanas

Participantes se reuniram em círculo para troca de ideias - Divulgação/Coletiva.net

Iniciada na manhã deste domingo, 2, às 9h, a oficina 'Palhaços de Propósito e o Propósito de ser palhaço' foi ministrada por Alessandra Nolasco, Carine Oedmann e Gustavo Pereira, os três do movimento 'Universidade Base', que faz palestras alertando o benefício das conexões humanas. No encontro, que aconteceu no Senac Gestão e Negócios, durante o BS Festival, o trio fugiu do roteiro e teve abordagem voltada a conversas significativas.

Reunidos em um círculo, os participantes conversaram sobre a importância de se colocar no lugar dos outros indivíduos para uma convivência melhor. O encontro abordou, entre os temas, que ter defeito não é algo pejorativo, e sim, uma maneira de nos aproximarmos de outras pessoas. O peso da palavra 'não' também foi destaque do bate-papo em que os presentes falaram cada um sobre suas experiências pessoais, deixando de lado a relevância de seus cargos profissionais.

Além de reflexões acerca da importância da conexão humana, os presentes foram convidados a atuar em uma dinâmica de preparação de palhaços onde simularam sentimentos como susto e felicidade. Em consenso, todos chegaram à conclusão de que o papel do palhaço na sociedade é colaborar com o meio, tendo como exemplo aqueles que entram no papel em situações de voluntariado.

A equipe de Coletiva.net conta com o apoio do Grupo RBS e do Sicredi para a realização da cobertura em tempo real do BS Festival. Ao longo da programação, a editora do portal, Gabriela Boesel, as repórteres Júlia Fernandes, Luana Nyland, Marla Gass e Patrícia Lapuente, e a publisher Márcia Christofoli produzem conteúdo sobre o evento e seus bastidores, além de alimentarem as redes sociais com tudo o que acontece no evento. 

Comments