Notícias de mercado da comunicação do RS.

Home Colunas OS ANOS DA CURVATURA

OS ANOS DA CURVATURA

Compartilhar
,

Quanto mais idosa uma pessoa fica, mais ela tende a ficar curvada. Mas também tende a ficar mais sábia. Há aí um paradoxo físico x conhecimento.

Porque a sabedoria empresta um atalho à visão. Ela advém das experiências, dos tombos, de observar (muito) a si e aos outros. Porque para se chegar a um pouco que seja de sabedoria é necessário em primeiro lugar estar com olhos e ouvidos muito atentos, para dentro e para fora de si. Também é necessário ir se despojando de preconceitos. Tanto mais quanto os preconceitos vão ficando para trás, mais se aprende nesta vida. Preconceitos atrapalham, mas muitas vezes estão de tal forma arraigados que parecem fazer parte do DNA de certas pessoas.

E vão se somando as experiências do viver, as boas, as más, as impressionantes, as surpreendentes e as cotidianas. Elas vão transformando as curvas da vida em atalhos, não do ponto de vista dos encantos que a vida tem, mas de por ter passado por certas coisas(ou repito: por ter observado o que as pessoas passaram e refletido a respeito), tem-se uma certa sensibilidade do porvir. Porque muitas coisas na vida se repetem, nós é que estamos com os olhos cegos de ver e os ouvidos surdos de ouvir. A longa estrada da vida pode tornar-se uma reta cada vez mais bem asfaltada se as experiências forem bem aproveitadas.

Beijou a lona? Fracassou? Não se vitimize. Retire daí todo o aprendizado que há por detrás de uma derrota. Teve sucesso? Aprenda também com ele. E aprenda a aprender com a Natureza, pois suas forças são incessantes e de uma energia incrível.

Os corpos das pessoas podem ir adquirindo uma curvatura, curvados pela ação do tempo ou dos baques da vida. Mas a visão das coisas da vida fica mais nítida. Repito: a estrada mais reta. Então, se são anos de curvatura física, são também de retas do amadurecimento.

DICAS DO GUION

Aproveitando o que o verão tem de bom(com o horário de verão, dá para ficar na rua até mais tarde, anoitece muito além do horário), insisto: uma grande pedida é cinema e mais especificamente a programação e salas do Guion. Nesta semana, temos por lá:

ESTREIAS:

La la land (comédia musical-romance; com Ryan Gosling e Emma Stone;  EUA; com direção de Damien Chazelle(de ‘Whirpool-em busca da perfeição’); 129min; pré-estreia diária, 21h10)

Manchester à Beira-Mar(drama; EUA; com direção de Kenneth Lonergan; 137 min)

E seguem em cartaz qualificadíssimos filmes:  Eu, Daniel Blake, A Criada e Estados Unidos Pelo Amor

Não deixe de conferir! www.guion.com.br.