Notícias de mercado da comunicação do RS.

Home Colunas O SOL COMO BOM COMPANHEIRO

O SOL COMO BOM COMPANHEIRO

Compartilhar
,

Depois de um tórrido Verão porto-alegrense, chegamos enfim ao Outono. O sol que era inclemente, não o é mais. Antes, fugia-se dele. Agora, o sol é um bom companheiro para uma ocupação de espaços externos: seja a caminhada na rua, sejam os parques, sejam os cinemas (veja dicas do Guion, abaixo), sejam os restaurantes (corra para almoçar no Gokan, veja abaixo), sejam igrejas, museus e ambientes culturais, sejam até mesmo as casas de amigos, tudo isto está sendo devolvido aos cidadãos de nossa cidade.

As noites agradáveis também compõem um panorama mais favorável.

E isto tem influência direta nos sentimentos das pessoas. Por um lado, porque o calorão deixava-as mais exaltadas, impacientes, irritadas. Agora, estamos retornando ao mundo civilizado. Por outro lado, o Outono é totalmente dado à poesia, às artes, à inspiração de um Mario Quintana, por exemplo:

“Uma borboleta amarela?

Ou uma folha seca

Que se desprendeu e não quis pousar?”

Dias consecutivos de chuva começam a deprimir as pessoas, ao passo que dias consecutivos de sol têm o efeito inverso.

O Astro Rei: ele é mesmo uma fonte de energia, de inspiração, de alegria (em especial nesta época do ano), de renovação. Não dizemos que uma pessoa está com uma nuvem negra sobre si quando está para baixo, ou carregada? Da mesma forma dissemos que uma pessoa está iluminada quando está irradiando energia, vida, quando está de bem com a vida. E ambas são passíveis de contágio: a nuvem negra e a iluminação. Veja que a iluminação traz coisas positivas.

O sol (ou o girassol, mas para onde ele gira?) foi fonte de inspiração para Van Gogh. Gustav Klimt terminava suas obras sobre pó de ouro, que é um verdadeiro sol, ou não? É uma maneira de dourar e iluminá-las.

Dizemos que sempre amanhece um novo dia, como relação direta de um dia pleno de possibilidades. Falamos isto em especial quando o dia anterior foi ruim, difícil. Pessoalmente, tenho uma relação com o amanhecer que me remete a energia, renovação, um novo (e bom) ciclo que se inicia.

Uma caminhada no sol (claro que numa temperatura civilizada) é ou não algo que nos reenergiza? O sol, como bom companheiro, é fonte inesgotável de todas estas coisas, além de fonte real de energia para a Terra. Não fosse o sol, não haveria vida por aqui. É ou não um bom companheiro, afinal?

ALMOÇANDO NO GOKAN

Sim, você não leu errado caro amigo leitor: a partir de agora o Gokan (para apaixonados por sushi) está oferecendo almoço! O delicioso buffet de sushi agora está disponível para quem quer degustar uma deliciosa refeição ao meio dia. Um verdadeiro mar de sushi (com o perdão da brincadeira) por apenas R$ 49,90. Ah! E como o serviço é buffet, os 10% são cobrados somente sobre a bebida(justo, não?). Tudo isto no ambiente com ar condicionado impecável (ou se preferir a agradável área externa), atendimento qualificado e ingredientes cuidadosamente selecionados. Confira: www.gokan.com.br.

DICAS DO GUION

DUAS ESTREIAS com cineastas alemães! Wim Wenders e Margarethe Von Trotta, em dois filmes imperdíveis:

Os Belos Dias de Aranjuez (Les Beaux Jours  d´Aranjuez, Drama, Alemanha-França, direção de Wim Wenders, 97min)

O Mundo Fora do Lugar (Die abhandene Welt, Drama, Alemanha, direção de Margareth Von Trotta, 101 min)

EM CARTAZ

E seguem em cartaz os fantásticos O Filho de Joseph, Lion-Uma Jornada Para Casa, Insubstituível, T2 Trainspotting e Imprevistos de Uma Noite em Paris.

Realmente não tem desculpa para não sair de casa e aproveitar o Guion em toda a sua extensão: ambiente climatizado, um verdadeiro festival de filmes, café, exposições e muitos, mas muitos CDs raros. Ah! E livros a mancheias! Não fique aí parado, caro leitor: confira os horários dos filmes e vá a partir de hoje! www.guion.com.br.