Notícias de mercado da comunicação do RS.

Home Colunas Meia estação dentro de nós

Meia estação dentro de nós

Compartilhar
,

Talvez o outono seja a estação do ano que mais se aproxima do que acontece em nosso universo interior: ele é dado a um pouco de frio, às vezes aquece, faz sol, chove, venta.

Porque há aqueles dias de sol e temperatura amena, quando a vida parece totalmente sob controle e tranquila. Nestes dias, parece que tudo flui, que o mundo sorri pra gente, que há uma música agradável no ar e que nada vai mudar nosso sentimento. E de fato as coisas realmente fluem, porque aprendi com meu pai (e não canso de dizer, pois embora ele não tenha me ensinado literalmente, ele me passou este aprendizado sem dizer), que era arquiteto, que a vida é feita de ângulos. Tudo depende do ângulo com que olhamos para a vida.

Se olharmos a vida de baixo para cima (e isto independe da altura da pessoa, tem a ver com atitude), ela parecerá gigante e prestes a nos engolir. Já se a olharmos de cima para baixo, ela parecerá pequena, o que envolve sabores e riscos. Os sabores estão no fato de que ela parecerá controlável e passível de ser gerenciada com facilidade. Os riscos também estão aí. Porque a vida pode, sim, em muitos momentos ser gerenciada com facilidade. Mas infelizmente não se pode relaxar, pois ela é cheia de surpresas. Mas voltemos ao clima.

Há ainda os dias de chuva (insisto: fora e dentro de nós), em que tudo parece (dentro e fora de nós) cinza, sem graça, úmido e sombrio. (Exceção feita àquelas pessoas ‘estranhas’ que gostam de dias de chuva). Nestes dias, a vida não chega a ficar em desarmonia, ela está sem sal, sem gosto, sem tempero. Então, é esperar o dia passar, pois a nossa pequena felicidade é que sempre há um novo amanhecer. E este amanhecer, o do dia seguinte, esperemos sem chuva.

Já o vento civilizado (não falo de tornados) pode trazer uma sensação meio etérea. No verão, ele é refrescância, já na meia estação ele remete a uma comunicação com os espíritos, com os seres superiores. Parece que estamos rodeados de seres invisíveis. Isto, é claro, se você parar para observar o dia e não saltar da cama conferindo o celular e assim sair de casa. Se você está dentro deste grupo, o vento talvez seja só um incômodo.

Uma dica adicional: experimente pela manhã, ao invés de entrar em contato direto com as notícias (que não vêm sendo lá muito positivas), ouvir música. Aí, vale quase tudo. Claro, de preferência uma música mais calma. Mas se você quer se energizar, pode ser até mesmo um rock. Exceções feitas a funk, rap, heavy metal e congêneres (que meu filho não leia esta parte). Se você se conectar com uma fonte de ligação com o alto (seja o alto em que você acredita) logo de manhã, acredite: o dia começa bem melhor e as variações típicas da meia estação lhe darão a sua melhor face. E você acabará por dar a sua melhor face aos que o cercam.

Dentro deste espírito, anote aí as dicas abaixo.

Uma, de música: https://goo.gl/pLizfk.

APAIXONADOS, AONDE? NO GOKAN!

Para aqueles que são apaixonados (o Dia dos Namorados se aproxima) ou para aqueles que são apaixonados por sushi, ou ainda por aqueles que são apaixonados pelo seu par, pelo sushi e pela vida, minha dica é o Gokan. Agora com lounge totalmente envidraçado permite uma climatização ainda melhor, isolamento acústico e a vista privilegiada. Tudo isto, é claro, com o melhor sushi da cidade. Já foi? Vá de novo e muitas vezes, variando na pedida que sempre vem com a qualidade superior. Não foi ainda?! Ainda bem que há tempo, pois o Gokan está de portas abertas esperando por você. Ah, e ainda pode escolher: almoço ou jantar? Na dúvida, os dois! Porque vamos combinar que sushi de altíssima qualidade, num ambiente impecável, com atendimento diferenciado e no melhor bairro da cidade é só no Gokan. Não hesite e vá hoje mesmo experimentar as delícias do Gokan! www.gokan.com.br.

DICAS DO GUION

ESTREIAS

Vamos lá, minha gente: nada de sofá. Vamos ver filmes de verdade em um ambiente multicultural dentro de um bairro cultural e boêmio, o grande polo destes dois temas na cidade de Porto Alegre. Mas não há só filmes à noite! Para quem prefere tomar aquele café, comer aquela torta deliciosa ou um salgado (sim, tem a turma do doce e a turma do salgado) sensacional à tarde, também é programa excelente ir ao Guion. Estacionamento ao lado, ar condicionado regulado, exposições e acontecimentos culturais, CDs raros e importados, livros escolhidos literalmente a dedo. Vá!

Uma Dama de Óculos Escuros com Uma Arma no Carro (França-Bélgica, suspense, 93min, 14 anos, direção de Joann Sfar)

Faces de Uma Mulher (França, drama, 111min, 14 anos, direção de Arnaud de Pallières)

Comeback (Brasil, drama-faroeste, 89min, 16 anos, direção de Erico Rassi (este filme é o último com Nelson Xavier no elenco))

PRÉ-ESTREIA

Más Notícias para o Sr. Mars (França-Bélgica, comédia, 101min, 12 anos, direção de Dominik Moll)

EM CARTAZ

E seguem em cartaz os sucessos de: Argentina, O Cidadão Ilustre, Além das Palavras, A Filha e Jovem aos 50 – A História de Meio Século da Jovem Guarda.

Mais informações em www.guion.com.br.