Juntar competências é melhor ainda

Trabalhar em equipe é um constante aprendizado. Sou daquelas que sempre tem opinião para tudo e a cabeça fervilhando de ideias. Confesso (faz de …

Trabalhar em equipe é um constante aprendizado. Sou daquelas que sempre tem opinião para tudo e a cabeça fervilhando de ideias. Confesso (faz de conta que estou falando isso baixinho, ok?) que algumas (várias) vezes já achei chato ouvir alguém falar algo diferente do que estou pensando. Dá vontade de pular para a próxima etapa e bater o martelo. Mas ainda bem que a maturidade fala mais alto nessas horas e te faz puxar o freio.
Trabalhar em equipe agrega. Traz mais conhecimento. Surgem novas dúvidas e, com elas, novas respostas. Faz a gente sair da zona de conforto. Mexe a cadeira, cria rabiscos diferentes no bloco. É um aprendizado único que precisa de mente aberta e disposição para aceitar a opinião do outro.
Trabalhar em equipe dá mais resultado. Faz com que alguém se dê conta de algo que nem passou pela tua cabeça. Contribui para o alcance do objetivo inicial, para qualificar o que sozinho poderia ser apenas bom e não ótimo. Nos faz sermos mais humildes. Faz com que cada um saia do seu quadrado.
Tenho a mania de compartilhar conhecimento. Quando faço um curso, participo de alguma palestra ou até mesmo quando leio um texto bacana, imediatamente repasso o que aprendi para quem convive comigo (leia-se marido, filho, colega de trabalho e amigos). Certa vez recebi um conselho que isso estava errado, que o investimento feito em algo novo deveria ser guardado consigo. Baita bobagem. Podemos ser todos melhores juntos.

Autor
Grazielle Corrêa de Araujo é formada em Jornalismo, pela Unisinos, pós-graduada em Marketing de Serviços, pela ESPM, e com MBA em Propaganda, Marketing e Comunicação Integrada, pela Cândido Mendes. Atualmente é Chefe de Gabinete do IPE Saúde. Também responde pela Comunicação Social da autarquia, da Sociedade de Cardiologia do RS (Socergs), da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV) e da Valor Fiscal. Tem o site www.graziaraujo.com.

Comentários