Para tudo começar na quarta-feira

Dizem por aí, que o ano novo só começa mesmo, definitivamente, e desta vez para valer, sem direito a postergar compromissos e cumprir as promessas, na quarta-feira depois do Carnaval. Neste dia, instituído pela Igreja Católica como a Quarta-feira de Cinzas por marcar o início da Quaresma - tempo de penitência e oração mais intensa - (enfim, Márcia também é cultura), tudo deve voltar à normalidade. Portanto, na próxima semana, exatamente em 14 de fevereiro, após o meio-dia, passados quatro dias de folia para quem pulou e fez festa no Carnaval, ou quatro dias de descanso para quem ficou em casa lendo, comendo e escutando CDs, ou quatro dias de meditação para quem fez algum retiro espiritual, o tumulto da rotina explodirá na vida de todos nós.

Não dá mais para adiar a volta às aulas de pilates, a marcação do ponto na academia, as caminhadas em dias alternados nas manhãs em que o sol aparece ou a meditação com Tai Chi Chuan nos sábados, às 9h30, na Redenção, entre o Espelho D'Água e o Pavilhão Chinês. Não dá mais para arrumar desculpas para iniciar o regime, dieta ou reeducação alimentar (que é um termo bem mais chique e fashion) a fim de perder aqueles quilos adquiridos nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, quando é tradicional as pessoas ignorarem a balança e comerem além de conta. Não dá mais para calar a vontade de voltar a estudar, de fazer novo curso na faculdade, de aprender uma língua estrangeira ou até, quem sabe, aperfeiçoar seus dotes culinários, de costura, de tricô ou crochê.

Em 14 de fevereiro, quando 2018 começar, é o momento de fazer uma boa faxina na casa e na vida. Limpar tudo o que pode ter ficado embaixo do tapete de casa ou apartamento nestes dias de veraneio, de férias, de sossego, de retiro. Limpar tudo o que possa ter ficado mal esclarecido em alguma relação na sua vida particular, seja ela entre família, companheiro ou companheira, amigo ou amiga. Espanar tudo o que pode estar sujando e impedindo a boa circulação de energia no seu lar, na sua residência, no seu cafofo. Espanar qualquer sujeira que possa estar danificando o seu crescimento, o seu desenvolvimento, o seu bom momento, tanto no particular quanto no profissional.

Se você tem alguma decisão importante para tomar, daquelas que podem radicalmente mudar o rumo da sua vida ou da sua profissão, o período que vem após a Quarta-feira de Cinzas é o ideal. Porque a data sugere conversão e mudança de vida para recordar, segundo os cristãos, a passageira fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Então, está pensando em romper um namoro enfadonho? Sua oportunidade chegou. Está com a intenção de trocar de profissão e deixar os anos de carreira para trás a fim de iniciar uma nova fase? Sua chance chegou. Está com vontade de jogar tudo para o alto, fazer uma mala, sem lenço e sem documento, e partir para um roteiro enlouquecedor e atraente no Nordeste ou em outro país? Não pense duas vezes.

E já que tudo retorna à rotina, prepare-se para a volta dos engarrafamentos nas principais rotas de Porto Alegre, para o transporte coletivo sempre lotado, para os ônibus que não cumprem as tabelas de horários, para as filas intermináveis nos bancos e nos caixas dos supermercados, para os cinemas cheios nos finais de semana, para a superlotação nos shoppings, para lista de espera nos restaurantes. Enfim, muita paciência em todas as situações. Porque tudo começa na quarta-feira.

Autor
Márcia Fernanda Peçanha Martins é jornalista, formada pela Famecos/PUCRS, militante de movimentos sociais e feminista. Trabalhou no Jornal do Comércio, onde iniciou sua carreira profissional, e teve passagens por Zero Hora, Correio do Povo, na reportagem das editoriais de economia e geral, e em assessorias de comunicação social empresariais e governamentais. Escritora, com poesias publicadas em antologias, diretora do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (Sindjors), e secretária do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Porto Alegre (COMDIM/POA). Tem o blogmarcinhaprodigio.blogspot.com. É mãe da Gabriela e avó dos caninos shih tzu Dalai, agora uma estrelinha, e do vira-lata Quincas Fernando.

Comentários