"Darei atenção também àqueles que se manifestarem pela internet", diz Miguel Rossetto

Candidato afirmou que, se eleito, redes sociais serão um dos canais de Comunicação com a população

Reprodução/Emílio Pedroso

Em resposta ao questionamento de Coletiva.net sobre como usará as redes sociais na sua candidatura e se for eleito, o candidato ao Governo do Estado Miguel Rossetto, do PT, respondeu que pretende manter o canal aberto à população. "Estou aprendendo agora sobre como funciona", brincou. Em seguida, classificou como importante a participação dos gaúchos: "Prezo por uma gestão participativa. Ouvirei os cidadãos enquanto percorrer o Rio Grande do Sul," salientou, concluindo: "Darei atenção também àqueles que se manifestarem pela internet".

Durante a maior parte do encontro, Rossetto, que foi vice-governador na gestão de Olívio Dutra, destacou que seu principal lema de candidatura é desde sempre deixar claro o rumo que pretende tomar. "Governar significa fazer escolhas", disse. Um dos principais motes da sua campanha é que seu objetivo enquanto governador será pagar os salários de servidores públicos em dia, fazendo uma alusão a um clube de futebol. "Imaginem se um time deixa de pagar corretamente seus jogadores, um, dois anos. O rendimento destes profissionais cairiam, e teria uma repercussão enorme". Para o petista, o atraso gera uma reação em cadeia, inclusive de investimento econômico. "Precisamos valorizar nossos profissionais, para que os investidores vejam que temos estrutura no Estado", comentou.

Como nos painéis anteriores, tudo que foi abordado pelo candidato foi checado pelo Filtro Fact-Checking. A apuração realizada dos concorrentes Júlio Flores (PSTU), Roberto Robaina (Psol) e Jairo Jorge (PDT) já está disponível para verificação pelo site https://pensamento.org/filtro/. Posteriormente, o projeto irá colocar informações sobre o painel de hoje.

Comments