Eugênio Bortolon vence "Prêmio Jornalista de Economia do Ano"

Corecon/RS reconheceu também as melhores reportagens de Economia de 2015

Eugênio Bortolon | Crédito: Reprodução
Com o apoio da Associação Riograndense de Imprensa (ARI) e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do RS (Sindjors), o Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Sul (Corecon/RS) reconheceu o jornalista Eugênio Bortolon, editor de Economia do jornal Correio do Povo, como o melhor "Jornalista de Economia do Ano".
O Corecon/RS divulgou, ainda, os vencedores do "Prêmio Corecon/RS de Reportagem de Economia 2015". Na categoria Mídia Impressa, o primeiro lugar foi para a série "Encare a Crise", do jornalista Erik Farina, do jornal Zero Hora. Em segundo lugar, ficou a matéria "Série "Vida de Startup", da jornalista Patrícia Comunello, do Jornal do Comércio. O terceiro lugar foi para a matéria "A vida depois da crise", feita pelo jornalista Andreas Müller, da Revista Amanhã.
Na categoria Rádio, a melhor reportagem foi para a matéria "A maior crise financeira no RS", do jornalista Eduardo Matos, da Rádio Gaúcha. Numa promoção do Corecon/RS, com apoio da ARI e do Sindjors, os prêmios têm o objetivo de valorizar trabalhos jornalísticos produzidos sobre a economia gaúcha, por profissionais em atividade no Estado, nas áreas da mídia imprensa e radiojornalismo.
Os prêmios serão entregues durante solenidade oficial a ser realizada no dia 3 de dezembro, às 20h, no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre. Na ocasião, também serão homenageados os demais vencedores do "Prêmio Corecon/RS 2015", que destaca as melhores dissertações de mestrado, artigos técnicos ou científicos e monografias ou trabalhos de conclusão de curso, o "Prêmio Economista do Ano", e o "Prêmio Destaque Docente do Ano".
O "Prêmio Corecon/RS Jornalista de Economia do Ano" tem o propósito de homenagear um jornalista, devidamente registrado no Sindicato dos Jornalistas do RS, colunista, repórter, editor de economia, comentarista econômico, de mídia eletrônica ou digital, que tenha se destacado na sua área de atuação durante o ano. A escolha é feita por membros da ARI, do Sindjors, do Corecon/RS e de faculdades gaúchas que oferecem o curso de Comunicação Social/Jornalismo.

Comments