Evento marca lançamento da 6ª edição do Prêmio de Jornalismo Ambiental

As inscrições poderão ser realizadas até 3 de setembro

Encontro de lançamento da 6ª edição do Premio José Lutzenberger - Divulgação/Coletiva.net

Aconteceu na manhã de hoje, 14, a cerimônia de lançamento da 6ª edição do Prêmio José Lutzenberger de Jornalismo Ambiental. A solenidade, que teve início por volta das 10h30, aconteceu no Santo Mimo Casa de Brunch, localizado na Avenida Independência, nº 437, em Porto Alegre, e contou com cerca de 40 convidados. A distinção busca reconhecer profissionais e estudantes de Jornalismo que se empenham na produção e divulgação de reportagens que tenham como temática a proteção do meio ambiente. As inscrições estão abertas e se estenderão até 3 de setembro.

O evento foi aberto por João Freire, gerente de Relações Institucionais da Braskem, uma das promotoras do prêmio. Em seu discurso, lembrou que é sabido que se caminha para destinos não tão controlados sobre questões do ambiente. Ressaltou também a importância de um planejamento para pensar sobre as reciclagens, embalagens e etc, e afirmou que as soluções de todas essas questões não estão nas engenharias, e, sim, nas pessoas, organizações, sociedade. "Todos trabalhando de forma intensa para colaborar com o coletivo", resumiu.

Logo em seguida, foi a vez da presidente da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), Jussara Pires, falar sobre a importância desta premiação. Segundo ela, pequenas elites mundiais mantêm um consumo assustador, ao passo que, simultaneamente, grandes massas populacionais sofrem o impacto desta forma de produção da sociedade. "O reconhecimento tem o objetivo de mostrar esses problemas da sociedade e os reflexos dela", relatou.

Responsável por finalizar os discursos, Batista Filho, presidente do Conselho Deliberativo da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), destacou que, para ele, não há profissão mais importante que a de jornalista, afinal, este existe para divulgar o que os outros fazem, seja de bom ou de ruim. "Muita coisa pode mudar, inclusive profissões, mas o Jornalismo jamais deixará de existir", afirmou, concluindo, e destacando, em seguida, que o fato de diversas entidades, tais como Abes e ARI se unirem em prol da organização deste prêmio, é de suma importância para a representatividade e credibilidade do mesmo.

Mais informações sobre o Prêmio podem ser encontradas na página oficial do evento.

Comments