Miguel Rossetto defende a pluralidade na Comunicação do Painel Eleitoral da ARI

Encontro promovido pela entidade trouxe os jornalistas Armando Burd e Mauren Xavier como entrevistadores

Os jornalistas Burd, Mauren e Ediene, e o pré-candidato Miguel Rossetto (PT) - Divulgação/ Coletiva.net

O terceiro encontro do 'Painel Eleitoral 2018', promovido pela Associação Riograndense de Imprensa (ARI), aconteceu nesta quinta-feira, 9, na sede da entidade, em Porto Alegre. Desta vez, o convidado foi o candidato ao Governo do Estado Miguel Rossetto, do PT.  Mediando a mesa, estiveram presentes a jornalista Edieni Ferigollo e os entrevistadores Armando Burd, da Pampa, e Mauren Xavier, do Correio do Povo. 

Entre as pautas apresentadas pelo concorrente, tratando-se da área de Comunicação, Rossetto disse que o principal foco é poder manter a mídia democrática e manter o direito de informação. "É importante a pluralidade, tanto de rádios, TVs e emissoras comunitárias", afirmou. Sobre a cobertura da imprensa acerca das eleições, o candidato disse estar satisfeito, principalmente por ter visto que os jornalistas têm tomado posturas sóbrias. "Temos uma qualidade muito boa de profissionais do setor", concluiu.

Um dos focos da campanha do petista é, segundo ele, colocar o Rio Grande do Sul na zona de investimento econômico. Para ele, o Estado precisa voltar a ter um crescente em desenvolvimento. "Temos um setor forte de Agropecuária, Indústria, Serviços, qualidade das universidades e Tecnologia. Temos que demonstrar isso aos investidores", disse.

Em alguns momentos, Rossetto criticou o atual governador, José Ivo Sartori. Uma das suas observações foi sobre o Polo Naval de Rio Grande, que se encontra permanentemente fechado, e que, segundo o político, o gestor do Estado deveria ter tido uma posição mais firme sobre a decisão do presidente Michel Temer. As condições precárias da BR-290 (Freeway) também foram analisadas.

No decorrer de uma hora, os entrevistadores ainda abordaram temas como Segurança Pública e Educação. Num segundo momento, os jornalistas presentes na plateia tiveram 15 minutos para realizar perguntas. Cerca de 20 pessoas estiveram presentes no encontro. 

Comments