Nova geração de críticos de Cinema conta que escreve por hobby

Carlos Redel, Márcio Piccoli e Matheus Pannebecker participaram de edição pocket do Coletiva Debates

Convidados de Coletiva.net debatem sobre Cinema, no Festival - Divulgação/coletiva.net

                                                               

Diretamente da Serra, no 46° Festival de Cinema de Gramado, a equipe de Coletiva.net organizou uma surpresa para os cinéfilos. No início desta tarde, 20, a nova geração de críticos da área se reuniu no hotel Serra Azul para bater um papo com a referência em Jornalismo Cultural no Rio Grande do Sul e colunista do portal, Roger Lerina. A edição pocket do 'Coletiva Debates - Precisamos Conversar' contou com a presença de Carlos Redel, do site Bode na Sala; Márcio Piccoli, do Cine Eterno; e Matheus Pannebecker, do Cinema e Argumento. Apesar do sucesso que fazem, os meninos contaram que não recebem pelas resenhas e conteúdos que produzem.

De acordo com o trio, eles escrevem as críticas de Cinema por puro prazer. Todos possuem empregos e realizam estas atividades como segunda opção nas horas em que não estão em seus trabalhos formais. Apesar de Márcio e Matheus desejarem se manter assim, Redel confessou que está à procura de patrocínio para levar o lazer a um patamar lucrativo. "Porém, todo mundo quer me dar permuta em troca. Como eu vou pagar minhas contas com uma sacola?", brincou, deixando o clima bastante divertido.

Apesar de escrever por paixão e diversão, o trio revelou também que perde muito espaço para os influenciadores digitais. "Eu falo sobre o que eu gosto e não ligo para métricas", contou Matheus, que não quer agradar ao público, mas realizar um trabalho sério. Lerina concordou ao completar que muitas destas pessoas que trabalham com redes sociais possuem conteúdo raso, e não constroem críticas sérias e apuradas como Carlos, Márcio e Matheus.

Ainda assim, os convidados possuem um público fiel, que acompanha os seus trabalhos. Enquanto os leitores de Matheus têm idades variadas, os de Redel ficam na faixa de 18 a 34 anos. Márcio, por sua vez, conquista também a garotada como audiência. "Depois que eu migrei para o YouTube, a maioria são jovens de 10, 12 anos", revelou, dizendo que também era consumidor destes conteúdos nesta época da vida. Quem não conseguiu acompanhar ao vivo a transmissão, pode conferi-la na íntegra aqui. A equipe de Coletiva.net ainda realizou cobertura nas redes sociais, bem como no portal.

Com o apoio do Banrisul e Canal Bah!, o veículo online realiza o acompanhamento em tempo real do Festival de Cinema. Ao longo da programação, a editora do portal, Gabriela Boesel, as repórteres Júlia Fernandes, Luana Nyland e Patrícia Lapuente, a publisher Márcia Christofoli, o social media Felipe Ramires e o fotógrafo Rafael Linck produzirão conteúdo sobre o evento e seus bastidores, além de alimentarem as redes sociais com tudo o que está acontecendo em Gramado.

Comments