Alunos de Jornalismo acompanham bastidores de futuros colegas

Dez estudantes da Famecos retratam pelas redes sociais o trabalho da imprensa na cobertura do julgamento de Lula

Alunos do Editorial J entrevistando jornalistas no entorno do TRF4 | Divulgação

Com o objetivo de noticiar como a imprensa está atuando no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dez alunos do curso de Jornalismo da Escola de Comunicação, Artes e Design - Famecos estão retratando pelas redes sociais os bastidores da cobertura jornalística. O conteúdo está sendo publicado desde ontem, 23, no Twitter e no Instagram do Editorial J, laboratório de práticas convergentes da PUC.  

O grupo, ainda, está produzindo um minidocumentário e outras reportagens sob a mesma perspectiva, tendo a imprensa como objeto central e o julgamento como pano de fundo. De acordo com o coordenador do Editorial J, Fábio Canatta, em entrevista exclusiva ao Coletiva.net, a ideia partiu da provocação do que poderiam fazer para não repetir aquilo que centenas de jornalistas estão fazendo, ou seja, olhando para o julgamento, seus personagens e desdobramentos jurídicos e políticos da decisão que virá.

"Diante dessa questão, pensamos em voltar o olhar para os jornalistas, ver como se preparam para a cobertura, registrar a rotina de trabalho na rua, no entorno do prédio do TRF4 e do Anfiteatro Pôr do Sol", comentou. Para o docente, estar no palco dos acontecimentos, porém, com um olhar diferente, original e que dá sentido ao conteúdo, é o que justifica o esforço dos jovens.

O professor acredita que planejar, organizar e fazer um acompanhamento nesta dimensão, ao lado de jornalistas experientes, é importante para os alunos. "Viver as dificuldades que só o trabalho de campo te oferece, como passar por todos os processos dessa cobertura, do credenciamento à logística, além das questões centrais do trabalho do jornalista, possibilita uma experiência importante na formação e na construção de profissionais preparados para desafios semelhantes no mercado de trabalho", destacou.

Comments