Jornalistas estão munidos de câmeras, microfones e notebooks no tribunal

Profissionais de imprensa acompanham atentos ao julgamento do ex-presidente Lula, na Sala de Imprensa

Os mais de 100 jornalistas presentes na Sala de Imprensa do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, acompanham atentos ao julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se iniciou pontualmente às 8h30 desta quarta-feira, 24. Munidos de câmeras cinematográficas e fotográficas, microfones, notebooks e smartphones, os profissionais observam atentos à sessão que é transmitida através dos telões no local.

Mesmo com toda a tecnologia atual disponível, o tradicional papel e caneta ainda podem ser vistos em algumas mãos. Ao longo da audiência, alguns profissionais de TV e rádio entram com boletins ao vivo para seus veículos. Escuta-se, além dos pronunciantes dos telões, os teclados dos computadores móveis e alguns burburinhos entre os jornalistas, além de toques de mensagens nos telefones celulares a todo momento. De vez em quando, somam-se ao som ambiente os boletins transmitidos ao vivo pelos repórteres.

A movimentação, no momento, é baixa na Sala de Imprensa, visto que os jornalistas estão concentrados e focados em alimentar seus veículos com as notícias minuto a minuto da sessão que está em andamento. Na área externa, reservada às coberturas jornalísticas, também há pouca movimentação. Alguns fotógrafos circulam calmamente em frente ao edifício do tribunal, em razão do isolamento da região, que mantém possíveis manifestantes afastados do local.

Comments