Ivette Brandalise retoma programa de entrevistas na internet

Com passagens pelo rádio e pela TV, jornalista deixou sua marca no Jornalismo, especialmente como entrevistadora

Ivette Brandalise - Reprodução/Editorial J

Aos 79 anos - sendo mais de 50 deles dedicados ao Jornalismo -, Ivette Brandalise está de volta com seu programa de entrevistas. Distante das câmeras e do microfone desde meados de 2018, ela agora integra a radioweb Salve Sintonia, um coletivo formado por profissionais com passagens pela FM Cultura. Na nova emissora, Ivette apresenta 'As músicas que fizeram sua cabeça', sempre ao meio-dia dos sábados e com reprise aos domingos, às 18h.

Em reportagem, a repórter Fernanda Bastos, do Jornal do Comércio, resgatou a história de Ivette e relatou as novidades. Desde a despedida da Fundação Piratini, a entrevistadora, que diz que seu hobby é o trabalho, vinha atuando como psicóloga, formação que completou em 1976, pela Ufrgs. Agora, ela está se acostumando ao ambiente digital, com as emissoras online e podcasts. "A audiência ainda é pequena, mas me sinto prestigiada. Sei que vai crescer e que os patrocínios vão começar a chegar", afirmou.

O jornalista e radialista José Fernando Cardoso, que produz o programa de Ivette na Salve Sintonia, contou que o grupo sempre pensou em convidá-la, assim como a outros profissionais que tiveram seus programas na FM Cultura dispensados em 2018, como Demétrio Xavier e Paulinho Moreira. "Era natural que convidássemos essas pessoas para retomarem seus programas, consagrados, de altíssima qualidade, com público cativo; e únicos. Tudo a ver com o que a gente acredita. Quando ela topou (participar do coletivo), eu dava pulos e ria sozinho em casa", lembrou.

Segundo José Fernando, cada personalidade que recebe a ligação dizendo que 'a Ivette quer te entrevistar', "a reação é a melhor possível". Ela é mestre em entrevistar, um assombro, faz miséria: sabe ouvir - coisa rara hoje em dia, não só entre os profissionais da comunicação - e a hora certa de puxar aquele gancho necessário, que faz o link do que o cara está dizendo com determinada música. Tem o timing perfeito do negócio", observa.

Ivette teve passagens por veículos como TV Gaúcha, pelo Diário de Notícias, Folha de Manhã, TV Difusora e TV Guaíba. No final dos anos 1980, ingressou na TVE, onde liderou, por mais de 20 anos, o programa 'Primeira Pessoa'. Na FM Cultura também seguiu na entrevista para contar histórias, conduzindo 'As músicas que fizeram sua cabeça', até a dispensa pela Fundação Piratini.

Comments