União dos Jornais de Bairro busca parceria com o legislativo municipal

Membros da Unjob se reuniram com presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Mônica Leal

Representantes da Unijob e Mônica Leal (ao centro) - Leonardo Cardoso/CMPA

Integrantes da União dos Jornais de Bairro (Unijob) se reuniram na última semana com a presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Mônica Leal, para tratar de ações a serem executadas pelo grupo em parceria com a Casa. Na ocasião, a vereadora disse que "o jornal de bairro é a voz da aldeia, sabe tudo o que acontece lá dentro".

De acordo com a entidade, mesmo com toda dificuldade enfrentada pela mídia impressa mundial, em Porto Alegre, os jornais de bairro completam 65 anos em 2019. "Temos enfrentado muitas dificuldades para manter os impressos no mercado, mas com boas parcerias, seguiremos adiante", afirmou Gustavo Cruz, editor do Jornalecão.

A editora do Nosso Bairro, Eliana Freitas Maineri, lembrou que a Capital teve mais de 40 jornais de bairro. "Vários sucumbiram diante da crise. Hoje, somos apenas 12. Por isso, nos unimos e criamos a Unijob, para fortalecermos o mercado", informou.

Ficou definido no encontro que haverá comemoração dos 65 anos dos jornais de bairro em Porto Alegre com diversas atividades na Câmara, as quais serão divulgadas em breve. Editora do Voz da Vizinhança, Carla Santos disse estar honrada em integrar a Unijob. "Os jornais de bairro têm uma grande capilaridade junto aos moradores e empresários locais."

Também presente no encontro, o vereador Cassiá Carpes afirmou que os jornais de bairro fortaleceram suas identidades junto às comunidades e se tornaram um importante canal para demandas e desejos antes não representados. Mônica Leal, que também é jornalista, falou que acredita que a força dos jornais de bairro está na sua capacidade de atingir temas globais falando de assuntos locais. "Não apenas no sentido de negócio, mas pelo seu papel social e pela importância editorial que têm", declarou.

Além dos citados, estiveram no encontro representantes dos jornais O Cristóvão e Bairros & Condomínios.

Comments