Notícias de mercado da comunicação do RS.

Home Interior Ao completar 34 anos, Grupo RSCom projeta ações multimídia para clientes

Ao completar 34 anos, Grupo RSCom projeta ações multimídia para clientes

Solução completa também visa a atingir anunciantes, leitores e ouvintes dos veículos de comunicação na Serra Gaúcha e Região Metropolitana
Compartilhar
,

O Grupo RSCom, que comemora seus 34 anos de atividades, projeta oferecer uma solução de mídia completa para seus clientes, anunciantes, leitores e ouvintes de seus diversos veículos de Comunicação na Serra Gaúcha e na Região Metropolitana. Para o diretor-superintendente e um dos fundadores do grupo, Carlos Domingos Piccoli, o objetivo é unificar todos os veículos da organização. “O futuro do rádio, do jornal, da tevê e da web é um só. Vamos ter que trabalhar em todos os veículos o áudio, o texto e o vídeo. Esse é o caminho, esse é o futuro”, defende.

A iniciativa projeta a consolidação da liderança de audiência da Rádio Viva FM 94,5, a mais lembrada no interior do Estado, segundo pesquisa Top of Mind de 2016, e do portal de notícias Leouvê, que tem, atualmente, mais de 2,5 milhões de acessos por mês. O grupo também tem o propósito de fortalecer o portal de entretenimento Olá Serra Gaúcha e a parceria com a rede de rádios Jovem Pan, nas emissoras Jovem Pan Grande Porto Alegre 90,7 FM, inaugurada em dezembro de 2016, e Jovem Pan Serra Gaúcha 92,5 FM, que estreou em março deste ano.

Para Carlos Domingos Piccoli, o principal desafio do grupo é ampliar a oferta de conteúdo em diversas plataformas. “Tudo está na mobilidade, temos que estar presentes em tudo o que as pessoas têm à mão”, reflete. O diretor de Mercados do grupo, Marcos Dytz Piccoli, por sua vez, argumenta que a ideia encontra ressonância no posicionamento de mercado da organização. “Queremos estar cada vez mais presentes em qualquer dispositivo, em qualquer site, em qualquer rádio, em qualquer tecnologia. O nosso conteúdo tem que estar disponível para o nosso ouvinte e leitor tanto na Serra Gaúcha quanto na região metropolitana de Porto Alegre”, garante.