Cinco perguntas para Bahira Machado

Profissional lidera núcleo de assinaturas no setor de Comunicação do Grupo RBS

Bahira Machado - Richard Medeiros

1 - Quem é você, de onde vem e o que faz?

Sou uma otimista, alguém que escolhe ver sempre o lado meio cheio do copo. Administradora com ênfase em Marketing pela Ufrgs e especialista em Branding pela PUC, trabalho com Marketing desde a universidade. Antes de vir para a RBS, trabalhei na Yara Brasil, Claro e Natura, onde aprendi muito sobre Marketing, branding, pessoas e sobre eu mesma. Em 2014, quando vim para a RBS, me apaixonei pelo mercado de comunicação e, sobretudo, pela forma como fazemos comunicação aqui. Já estive à frente da comunicação do jornal Diário Gaúcho, fui gerente de Produto de Jornais e coordenadora das marcas do Grupo RBS. Agora, coordeno um novo e grande desafio que é a comunicação de assinaturas de GaúchaZH e Zero Hora.

2 - O que levou você a escolher a área de Marketing?

Minha escolha aconteceu naturalmente, enquanto estudava Administração. Encontrei no Marketing a oportunidade de ter uma profissão fazendo o que me faz feliz. Tem a ver com a curiosidade que tenho para entender o outro. Gosto de saber o que motiva, alegra e gera engajamento nas pessoas. Tem a ver também com minha paixão por criar, contar histórias, aproximar pessoas, realizar sonhos. Quero fazer grandes coisas, sempre junto de outras pessoas.

3 - O que significa na sua carreira liderar o núcleo de assinaturas na Comunicação do Grupo RBS?

É um momento muito importante na minha carreira. Estou tendo a oportunidade de viver experiências novas e aprender com gente muito boa. Não se trata só da área de comunicação. A forma como decidimos trabalhar aqui, com mais proximidade, troca e construção conjunta, foi pensada para construirmos o futuro a muitas mãos, entregando ao mesmo tempo resultados consistentes no presente. Acredito nesse caminho e tenho orgulho de fazer parte da RBS nesse momento.

4 - O que esta experiência representa na sua vida profissional?

Vai representar uma mudança no meu perfil profissional. Fazer comunicação para uma marca 100% digital nos possibilita e provoca a inovar muito mais. Além disso, trabalhar com foco em resultados de curto prazo, que mexem o ponteiro do negócio, é algo diferente para quem sempre trabalhou com olhar de médio e longo prazo na construção de marcas. Essa mudança vai exigir flexibilidade e capacidade de aprendizado rápido, duas características que acredito que tenho e que serão postas à prova agora.

5 - Quais são os seus planos para daqui a cinco anos?

Pretendo seguir trabalhando com marcas importantes e fazendo coisas relevantes para as pessoas. O mais importante, independentemente do que eu estiver fazendo ou onde eu estiver trabalhando, é seguir sempre alinhada ao meu propósito, colaborando para o desenvolvimento individual das pessoas e a construção de um mundo melhor por meio do meu trabalho e das minhas relações.

Comments