Universitários gaúchos disputam sétima edição do Campus Mobile

Estado é o segundo com mais projetos selecionados para o programa, desenvolvido pelo Instituto NET Claro Embratel

Campus Mobile premia projetos que promovem impacto positivo - Reprodução

Onze soluções criadas por universitários gaúchos estão na disputa pelo Campus Mobile, programa oferecido pelo Instituto NET Claro Embratel. O Rio Grande do Sul é o segundo estado com mais projetos selecionados no Campus Mobile. Concorrem projetos que promovem impacto positivo na vida das pessoas nas seguintes categorias: Educação, Diversidade, Smart Cities e Smart Farm. Os classificados já estão participando da terceira fase da 7ª edição do Campus Mobile, etapa que trará palestras com referências do mercado de Tecnologia e Telecomunicações do País e nas frentes de Educação, Diversidade e Cidades Inteligentes para a capacitação dos projetos selecionados.

Na categoria Diversidade estão: Blindversity - Close your eyes, open your mind, de Jaqueline Dahmer Steffenon e Laura Rúbia Paixão Boscolo; a plataforma para Utilização De Aprendizado De Máquinas Para Identificação De Sinais (Libras), de Luisa Salvatori Scaletsky, Virgilius Francisco Tertuliano Dos Santos e Anderson Kloss Maia; Access Job, para inclusão profissional de pessoas com deficiência, de Arthur Oliveira da Silva e Luana Leite Rodrigues; e a aplicação iMigrei, de Amanda Iegli Tech e Brunno Alves de Abreu.

Em solução de Smart Cities, os selecionados são: Ridey, de Nicolas Bittencourt Chartiot e Lucas Eduardo Scrini; Rangoff, criado por Thales Duarte Flores Santos, Lucas Arusiewicz Lacerda e Rodrigo Mello Da Rosa; Smartstop, de Vitor Spadoni de Vargas, Vanessa Kaiser e Leonardo Silveira Silva; E Micdee, solução baseada em Arduino para o monitoramento inteligente do consumo doméstico de energia elétrica, criada por Rudimar Kaspar. Já na categoria Smart Farms os projetos são: Arrent - Arrende, plante e cresça!, idealizada por Fernando Duarte Pascoal, Guilherme Prezzi e Eduardo Gracez Dusik; Ga.do, dos estudantes Atila Silva e Guilherme Delazeri; E a aplicação AgroShare, de Leonardo Giuliani, Jader Brum Morais e Guilherme de Oliveira Falcão.

As palestras desta etapa também podem ser acessadas gratuitamente por quem tem interesse nos assuntos abordados pelo programa. As transmissões são realizadas no canal oficial do Campus Mobile no YouTube e acontecem às 15h, com duração de 30 minutos para apresentação e 15 minutos para perguntas e comentários. Após a transmissão ao vivo, o conteúdo fica disponível no canal do Campus Mobile. O programa conta, ainda, com a fase presencial, que acontece no mês de fevereiro, em São Paulo. Os grupos vencedores ganham uma Viagem de Imersão no Vale do Silício, São Francisco, nos Estados Unidos.

Comments