Vossa: Legado e competência

Empresa alia competências das áreas de Propaganda e Consultoria há 14 anos no mercado

Sede da Vossa - Crédito: Divulgação/Coletiva.net

Um local que trabalhasse com Propaganda, mas que tivesse um diferencial, foi assim que surgiu a Vossa, em 1° de junho de 2005. Aliada à tradicional forma de se fazer publicidade, a empresa investiu em oferecer consultoria em Comunicação, o que proporciona aos clientes ainda terem o escopo de gestão de crise, bem como a criação de um planejamento estratégico e plano de reposicionamento. E, desse modo, consolidou-se no mercado há 14 anos. Inclusive, a sede é a mesma desde o primeiro dia de trabalho.

Localizada no 4° andar de um prédio de esquina, na pacífica Travessa Saúde, 22, em Porto Alegre, a sala de 100 m² mescla modernidade, por meio de computadores de última geração, e ares retrô, com objetos antigos, a exemplo de luminárias, móveis de madeira escura e diversos jornais impressos. O conceito aberto, inspirado no Vale do Silício, está desde o início presente no ambiente, com o intuito de permitir integração e diálogo mais próximos.

A única sala é a de reuniões, pois encontros assim necessitam de mais privacidade. Nesta, há uma parede laranja que remete à cor do logotipo. Conforme o sócio-diretor, Gil Kurtz, o ambiente favorito dos nove funcionários, fixos e remotos, é a sala como um todo, pois possibilita maior e melhor convívio.

Juntos

O convívio, aliás, é fortalecido por comemorações. Sempre que há um aniversariante no mês, o qual recebe, dependendo do que gosta, desde um espumante ou até meia-dúzia de cervejas importadas, por exemplo. Nos finais de ano, ocorrem também as confraternizações tradicionais.

Fazem um brinde na sede e, depois, vão sempre para algum local diferente. Normalmente, é um lugar que seja mais descontraído e menos formal. Nos últimos cinco anos, por exemplo, festejaram em uma charutaria e, também, convidam os fornecedores mais próximos. "Lá, tem um pátio e, depois das 19h, colocamos música, além da comida ser muito boa", conta Gil.

Conforme o sócio-diretor, o clima é muito bom e não há brigas. "Acredito que isso depende do tipo de gestão da empresa", pontua. Geralmente são quietos, mas quando surge um assunto mais polêmico, como política, há momentos bastante agitados.

Personalidades

Com tanta harmonia, o que não pode faltar no dia a dia da Vossa é a vontade de inovar e criar novidades. Apesar de não concordar muito com prêmios, pois Gil considera que a maior conquista é o resultado do cliente, explica que, ainda assim, os provoca para tal. "Aqui, todos precisam ter uma abordagem disruptiva, e não somente, quem trabalha na criação", admite.

Divididos entre administração, atendimento, chefia do estúdio e direção de arte, redação, produção gráfica e eletrônica, planejamento de Comunicação, criação e mídia, mesmo quem não trabalha em home office possui certa liberdade. Apesar de o horário começar às 8h30, não há rigidez em relação a isso - ponto fundamental para o sócio-diretor, que não concorda com cargas horárias demasiadas. Por isso, estão na agência no máximo durante os cinco dias de semana, assim, sábado e domingo podem ser livres. "Buscamos manter a qualidade de vida", conta Gil, ao apontar que realizam a estratégia do ano dos clientes com antecedência.

Fruto do desejo da agência em não ser uma sigla com nomes, mas algo que passasse a ideia de sênior, assim surgiu a Vossa. E isso diz respeito até hoje à empresa. Os gestores optam por terem massivamente profissionais que tenham um tempo considerável de mercado. No entendimento deles, essa proposta possibilita ao empreendimento ter maior competividade de custo, remunera melhor e evita riscos. "Quando se tem muita juniorização, correm-se perigos, e na propaganda isso custa caro", opina Gil. A partir desta premissa, e com um baixo turnover, percebe que no local não há personagens, mas personalidades.

Por eles

Dentre estas, está Pedro Miguel Saul, que chegou na Vossa em 2008, e cujo maior desafio foi colocar a casa em dia começou a trabalhar. "O que mais me ajudou profissionalmente é que, aqui, eu tenho a oportunidade de desenvolver soluções para problemas", conta ele, que chefia o estúdio e a direção de arte. Como inspirações na empresa, cita Magali de Moraes, que hoje trabalha no Diário Gaúcho, e Henrique Rosa, ex-diretor de Criação. Todavia, não deixa de citar o próprio Gil, devido ao respeito e à relação de amizade que construíram.

Dentre os momentos inusitados que passou na agência, está o dia em que quase precisou pegar o primeiro avião que partia para São Paulo para entregar um material a tempo ao cliente, pois não estavam conseguindo uma empresa de transportes. Contudo, tudo foi solucionado antes que embarcasse para a  Terra da Garoa.

Outra personalidade é Turiassu Silva, mais conhecido por Turi, assistente de atendimento e coordenador da produção gráfica e eletrônica. O profissional havia trabalhado com Gil anteriormente em outra agência e realizou alguns trabalhos freelancers para a Vossa e, em 2017, foi chamado para integrar o quadro. Ele, começa o dia dando uma olhada nos jornais e sites para ver o que tem de notícias importantes, anúncios dos clientes ou de concorrentes, bem como checa os e-mails, além de acompanhar a pauta. Ainda realiza ligações para clientes ou fornecedores, faz pits e orçamentos e participa de reuniões. E realiza tudo isso remotamente.

Turi foi produtor durante toda a carreira, mas se viu desafiado ao ter se tornado atendimento da Conta do Grupo Iesa, além de assistente de conta do Grupo Cortel. Por isso, foi muito marcante para ele ter visto o primeiro anúncio publicado do cliente diante desta competência. "Jamais me imaginei como atendimento", conta. Além disso, comenta que, desta forma, a Vossa contribuiu muito para o seu crescimento profissional.

História

Noticiada em diversos portais ligados à área, como Coletiva.net, a abertura da Vossa chamou atenção do mercado pelo modelo de negócio. Com investimento de Carlos Gerdau Johannpeter, Roger Born como referência na área de consultoria e planejamento estratégico, participação de Richard Richard Schwambach, a e vivência profissional no meio da Propaganda de Gil, assim surgiu a empresa. "Sempre digo que não somos uma agência, mas um modelo de duas competências de Comunicação", declara o sócio-diretor - o único dos quatro que permanece até hoje. O quadro societário mudou em 2011, quando os demais precisaram focar em outros negócios. Hoje, quem está ao lado de Gil é Oscar Albrecht.

Ao continuarem com o mesmo modelo até hoje, ainda acrescentaram a ele a expertise que Gil agregava em gestão de conflito e crise, além de consultoria, planejamento estratégico e plano de reposicionamento. "A vantagem da consultoria é montar a equipe de acordo com cada job", aborda. Para ele, o que mais mudou nestes 11 anos foi o mercado, onde os investimentos foram reduzidos e as equipes ficaram mais enxutas.

Por isso, o principal desafio é continuar crescendo em um mercado que nos últimos semestres está absolutamente parado, segundo o sócio-diretor. "Como a propaganda não é protagonista, mas sim uma área de serviços, depende muito do ambiente macro", avalia. Apesar disso, salienta que os outros nichos, como a gestão de conflito, hoje têm muita oportunidade.

Assim sendo, acredita que o diferencial da empresa é o modelo de negócios: tanto na área de estratégia quanto na criação. Para ele, os publicitários ainda confundem planejamento de comunicação, com o de marketing e de negócios, por exemplo. "O modelo da Vossa permite que pessoas que vivem no mundo da consultoria e estratégia convivam com criativos, e criativos com pessoas que têm responsabilidades de fazerem os negócios darem certo", ressalta. Desta forma, define o empreendimento com maior expertise na região sul do Brasil nessas duas áreas, e com entrega acima da média. E tudo isso se deve a um fato: o legado dos outros sócios continua, mesmo que não estejam mais na Vossa fisicamente.

Comments