Greta Paz e PC Dias dão dicas de como criar conteúdo para Youtube

Quinze pessoas participaram do workshop que ocorreu na tarde desta terça-feira, 11, na sede da ARP

Greta Paz e PC Dias ministram workshop - Divulgação/Coletiva.net

Quinze profissionais, entre jornalistas, professores, universitários e publicitários, participaram do workshop 'Planejamento criativo para canais de YouTube', realizado na sede da Associação Riograndense de Propaganda (ARP), na tarde desta terça-feira, 11. Os empreendedores Greta Paz, da Eyxo, e PC Dias, da Mosh, conduziram a atividade, que durou três horas.

A dupla resgatou brevemente a relação entre TV e internet. PC trouxe dados de pesquisas comprovando que 88% dos usuários online assistem TV ao mesmo tempo em que estão conectados nas redes sociais. Outro destaque é que 30% das pessoas usam ferramenta para bloquear a publicidade em vídeos, e que influenciadores engajam público 2,4 vezes mais do que marcas quando compartilham informação.

Greta e PC mencionaram as diferenças entre criadores de conteúdo raiz e Nutella, como caracterizaram. A Eyxo, por exemplo, busca sempre trabalhar com pessoas verdadeiras em vez de atores. "Gostamos de histórias e personagens reais, que mostrem realidade no que fazem", informou Greta. Isso porque o youtuber aposta muito na questão da proximidade com seu público. "Porém, tem aqueles que começam a ganhar dinheiro e perdem isso, e, como consequência, perdem, também, seguidores e público", lembrou ela.

O medo das marcas em apostar no novo também foi pauta no encontro. Segundo PC, as empresas têm receio do desconhecido, de serem julgadas, de darem o primeiro passo e de perderem o controle. "Nada disso deveria ser temido nos dias de hoje. Somos vigiados o tempo inteiro por empresas de tecnologia por meio dos nossos celulares. Esse controle já foi perdido faz tempo", analisou.

Content Experience (experiência de conteúdo), de acordo com ele, deve ser adotado pelas marcas cada vez mais. "A empresa precisa sair do primeiro plano e deixar o conteúdo aparecer no destaque, pois é ele o fato mais relevante", avisou, completando: "As marcas precisam pegar carona no conteúdo".

Greta trouxe para o debate a questão prática de quem vive como youtuber. "Muita gente quer criar seu canal para não ter mais chefe. Isso não acontece, pois, ou o próprio Youtube será teu chefe ou a marca para a qual tu trabalhas", alertou. Sobre isso, ela explicou que o algoritmo da rede social de vídeos muda com frequência, ou seja, o dono do canal deve ter bastante cuidado com as postagens e sua frequência.

Em certo momento, os participantes se dividiram em grupos para fazer uma análise (Golden circle) do canal Porta dos Fundos. Cada grupo, depois, apresentou sua visão do porquê o canal existe, como ele é feito e o que é. Isso deu abertura para o próximo tema abordado por PC, quando comentou sobre os assuntos a serem apresentados no canal. "É importante pensar em uma lógica para quando você bater no teto e não ter mais o que falar dentro do nicho. Ou seja, saber extrapolar sem sair da esfera", explicou. Como exemplo, falou sobre um canal de gastronomia que também pode falar sobre bebida e turismo.

Greta apresentou algumas ferramentas essenciais para quem deseja investir na plataforma de vídeo, como o Socialblade, para acompanhar outros canais do segmento; a VidIQ, que traz informações analíticas de cada vídeo; e a Zeeng, a qual mapeia o ambiente competitivo das marcas trabalhadas. Ao final, listou o que chamou de 16 mandamentos do youtuber, que vão desde cuidar das visualizações do canal, interagir com o público, prestar atenção no áudio, entre outras dicas.

Comments