Investigação sobre fake news coleta dados até o final de junho

Profissionais de Comunicação podem participar de pesquisa do Latin American Communication Monitor (LCM) em parceria com a Ulbra

Divulgação

O Latin American Communication Monitor lançou a terceira edição de sua pesquisa que tem como foco compreender o impacto das notícias falsas na comunicação organizacional. O estudo, que tem participação de docentes da Ulbra, é destinado a profissionais de Jornalismo, Relações Públicas, e Publicidade e Propaganda atuantes na área. Até o momento, foram coletados dados de 50 mil participantes de 80 países. O questionário estará disponível até 30 de junho pelo link http://latincommunicationmonitor.com.

Neste ano, pela primeira vez, os dados coletados na Europa, América Latina e Ásia serão completados com informações da América do Norte. Os resultados da pesquisa oferecerão comparações por país e entre diferentes tipos de organizações (empresas, organizações governamentais, organizações sem fins lucrativos, agências). Todos os que responderem ao estudo receberão um resumo em vídeo dos resultados e participarão do sorteio para uma vaga na II Cúpula Ibero-Americana de Comunicação, que será realizada em 2019, em Madri.

O Latin American Communication Monitor (LCM) é organizado pela European Public Relations Education and Research Association (Euprera) e tem a Fundacom como parceiro estratégico. No Brasil, a Ulbra é a responsável por conduzir o estudo, em parceria com as associações nacionais da área da comunicação, com apoio de Coletiva.net, da Associação Brasileira de Relações Públicas - Seccional Rio Grande do Sul e Santa Catarina, Mega Brasil e do Curso de Especialização em Gestão Estratégica em Comunicação Organizacional e Relações Públicas da ECA - USP, o Gestcorp.

Comments