Danielle Ribas, da Avon, apresenta posicionamento de marca

Vice-presidente global de Marca, Comunicação e Conteúdo foi a primeira convidada a fazer explanação no Ahead!

Maria Fernanda Albuquerque, Marcelo Leite e Danielle Ribas

Após abertura do vice-presidente de Marketing do Grupo RBS, Marcelo Leite, durante o terceiro e último Ahead! deste ano, Danielle Ribas foi a primeira a fazer explanação na noite desta terça-feira, 27, no Instituto Ling. A vice-presidente global de Marca, Comunicação e Conteúdo da Avon apresentou o posicionamento da empresa que representa. "A primeira coisa a ser destacada aqui é que temos uma sociedade em mudança, com novos papéis femininos, que exigem mostrar a maneira que ela atua no hoje", observou a convidada.

Danielle ainda salientou que, atualmente, a renda da mulher é mais alta do que a dos homens na maioria dos lares, portanto, a Avon entende que precisa se comunicar com uma mulher realmente multifacetada. Como inspiração, citou o exemplo da Vitorias Secret's, o qual considera um ícone, que até uns cinco anos estava no top. O problema desta marca, hoje, na sua visão, é que vendem a objetificação da mulher. "Eles não conseguiram evoluir e mostram uma beleza estereotipada", apontou.

A VP ressaltou que a empresa pesquisou "o que significa ser bonita hoje?" e os resultados vieram por meio de um plano de gestão que fizeram com o Google. Segundo ela, a primeira pergunta sobre isso era "Eu sou bonita?". E a conclusão foi que é preciso ter cuidado com a linguagem, mas apostaram em uma minissérie, intitulada 'Eu sou bonita', e passaram a criar conteúdo sobre diversidade e resistência contra o padrão estético.

Toda a movimentação e ideias trocadas nesta noite estão sendo acompanhadas pela equipe de Coletiva.net, que realiza cobertura em tempo real. A reportagem alimenta portal e redes sociais com conteúdo gerado diretamente do Instituto Ling.

Comments