Fusão da ESPN e Fox Sports pode impactar nas transmissões esportivas

Afirmação consta em parecer de órgão antitruste, que analisou a compra da 21st Century Fox pela The Walt Disney Company

Uma possível fusão pode trazer mudanças à transmissão de eventos esportivos no Brasil. Em junho do ano passado, The Walt Disney Company, proprietária dos canais ESPN, confirmou a compra da 21st Century Fox, detentora dos canais Fox Sports, em uma negociação que pode movimentar cerca de US$ 71 bilhões (R$ 262 bilhões). Agora, uma análise da Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (SG/Cade), órgão vinculado ao Ministério da Justiça, apontou que a fusão dos canais esportivos geraria "preocupações concorrenciais".

O parecer alerta sobre o risco de a fusão dos canais provocar um aumento significativo na concentração do mercado com "grande probabilidade de exercício de poder". Conforme o relatório, os canais Fox Sports e ESPN reúnem atualmente, cada um, entre 10% e 20% do market share em audiência, percentuais que, somados, poderiam chegar a 40%. Sendo assim, indica a "potencialidade de redução da qualidade e diversidade do conteúdo esportivo disponível e de aumento de custos especialmente para as pequenas operadoras de TV por assinatura. Ou seja, da operação decorre riscos não desprezíveis de diminuição do bem-estar do consumidor".

A Superintendência-Geral do Cade aponta, ainda, que há "significativo risco de que a operação leve a um decréscimo da qualidade, diversidade e nível de investimento dos conteúdos esportivos disponíveis aos assinantes de TV por assinatura". Com o parecer, o caso foi encaminhado ao Tribunal do Cade para análise e decisão final. As opções, agora, são aprovação, reprovação ou adoção de eventuais medidas antitruste, como a obrigação de venda de ativos. O anúncio é esperado para os próximos dias.

A ESPN transmite, atualmente, o Campeonato Português, Campeonato Inglês, Copa da Liga Inglesa, NFL e NBA. Já a Fox Sports é responsável por levar ao ar o Campeonato Espanhol, a Copa da França, o Campeonato Alemão, o Campeonato Argentino, a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana, entre outros.

Transmissões de eventos esportivos podem sofrer mudanças

Comments