Rafael Dias detalha produção de seus 21 canais de Youtube

Ele, que é diretor-geral da Dia Estúdio, participou do primeiro painel desta tarde no Connected Content

Rafa Dias, diretor geral da Dia Estúdio - Divulgação/Coletiva.net

Fazendo parte do primeiro painel da tarde desta terça-feira, 29, no Connected Content, Rafael Dias, diretor-geral da Dia Estúdio e agente dos canais de Youtube Luba TV e Depois das Onze, iniciou sua exposição comentando sobre os canais criados pela agência. A empresa busca promover a criatividade através do agenciamento de influenciadores, gerenciamento de canais, produção de conteúdo, anúncio no Youtube e produção de campanhas.

Idealizador, Rafa Dias comentou que, hoje, tem 21 canais dentro da sua rede, abrangendo assuntos como games, humor, educação, ativismo, body positive, entre outros. "O canal da Dia Estúdio tem mais de 150 milhões de visualizações por mês", contou ele, que ainda relatou ter criadores próprios. Porém, não nega que, por vezes, necessita chamar alguns colaboradores externos.

Como case, apresentou o canal Depois das Onze. Este foi o primeiro a entrar na rede, chegando a ficar atrás somente dos artistas Winderson e Paulo Gustavo. Entre outros projetos, destacou a ação realizada no Costão do Santinho, a qual tratou de alocar diversos influenciadores digitais em um hotel e, durante uma semana, realizaram iniciativas de produção de vídeos e transmissões para o Youtube naquele que foi nomeado Projeto #diadeverao. O sucesso dessas iniciativas fez com que o Google reconhecesse a importância do canal. "Eles nos chamaram para que a gente fizesse um processo em conjunto, que acabou nesta semana. Recebemos vários youtubers e atingimos cerca de 35 milhões de views."

Sobre o tipo de conteúdo que o público está assistindo, dividindo a atenção entre a TV e a rede social de vídeos, comentou que, para ele, a razão desse movimento está na ascensão da classe C e a conquista do smartphone por parte de quase toda a população. "Hoje, 80% das pessoas nos assistem pelo celular, enquanto 20% nos acompanham por todos os outros meios", apontou. Questionado sobre o mercado local e o faturamento da empresa, Rafa Dias citou que estes pontos são tocados quase que exclusivamente de São Paulo e de fora do Brasil. A agência, que é de Santa Catarina, tem faturamento local muito baixo.

No processo de criação, comentou que existe um calendário de projetos que acontecem no ano, como o Oscar, por exemplo. Mas lembrou: "Acontece, também, de o cliente chegar para a gente e falar 'eu tenho esse momento aqui, o que você pode fazer? Quando me entrega?'. Então, tem de tudo", finalizou.

Comments