Cinco perguntas para Maysa Bonissoni

Após atuar por 12 anos no Grupo RBS, a jornalista catarinense inaugurou o canal no YouTube "Não é Mah ideia"

Maysa Bonissoni | Divulgação
1- Quem é você, de onde vem e o que faz?
Eu sou a Maysa Bonissoni, catarinense de Seara, Oeste do estado vizinho. Moro há 20 anos em Porto Alegre, cidade que me acolheu e onde cresci pessoal e profissionalmente. Trabalhei 12 anos no Grupo RBS e hoje estou com meu novo projeto intitulado "Não é Mah ideia", canal no YouTube voltado a mulheres modernas, que têm vida agitada, e não descuidam da família, de casa e de si! Minha grande parceira é a empresária Flavia Sffair.
2- O que a fez optar pela área de Comunicação?
Sempre tive facilidade de me comunicar com as pessoas e lembro do meu primo Beto, natural aqui de Porto Alegre, me visitar em Seara e sempre levar uma filmadora. Adivinha quem coordenava as gravações? Acho que meu amor pelo vídeo começou aí.
3- Como foi o processo de desenvolvimento do canal Não é Mah Ideia?
Desde antes de sair da TV já tinha ideia de criar um canal. O YouTube é uma grande ferramenta de comunicação. Mas precisei amadurecer a ideia e unir forças com a Flavia, pra que conseguisse entregar um conteúdo do jeito que sempre imaginei, com qualidade e informação.
4- O que esse momento significa na sua vida profissional?
Tudo! Significa estar dedicando todos os meus esforços em um projeto que eu criei, eu idealizei e que posso afirmar, tem o meu jeito, a minha cara! Estou muito feliz e acredito que as pessoas estejam percebendo isso ao assistir cada vídeo. E acredito que realizando tudo com tanta alegria e felicidade, só pode dar certo! Não é Mah ideia fazer o que gostamos. Quando a gente trabalha com o que ama, tudo vira diversão. Estou vivendo um momento de amadurecimento e plenitude na minha vida profissional.
5- Quais são os desafios do setor?
Os desafios são muitos. Temos que estudar, criar, inventar e se reinventar a todo momento. E tem muita coisa bacana sendo feita no YouTube. Conseguir se destacar e criar a fidelização do público é o maior desafio. E tem que ser devagar e sempre. Com verdade. No YouTube a gente precisa ser muito verdadeiro, ainda mais se a proposta é mostrar conteúdo que tem a ver com nosso lifestyle. Senão, as pessoas não acreditam, não gostam e o projeto não vinga.

Comments