Ranolfo Vieira Júnior se compromete com a segurança de jornalistas na cobertura de protestos

Em ofício encaminhado ao Sindjors, governador do Estado garantiu que policiais militares acompanharão profissionais de imprensa

Ranolfo Vieira Jr. disse que nos últimos dias solicitou providências imediatas contra casos de violência - Crédito: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

O governador do Estado, Ranolfo Vieira Júnior, em ofício encaminhado ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (Sindjors), comprometeu-se com a segurança de profissionais da imprensa durante a cobertura de protestos políticos. No documento, o chefe do Executivo garante que comunicadores serão acompanhados por policiais militares quando trabalharem em manifestações.

A decisão de Ranolfo acontece após a entidade representativa enviar pedido por zelo ao trabalho jornalístico, na última quinta-feira, 3. O governador disse, ainda, que, ao tomar conhecimento dos graves fatos dos quais foram vítimas equipes de veículos de comunicação, nos últimos dias, determinou "providências imediatas com a identificação das autorias e consequente responsabilização na forma legal". Ele destacou, também, não admitir nenhum ato de violência ou quebra da ordem ou dos princípios democráticos.

A solicitação foi motivada pelos casos de agressão sofridas por equipes de reportagem de quatro emissoras diferentes ocorridas durante a cobertura de manifestações contra o resultado das eleições em Porto Alegre na quarta-feira passada, 2. Profissionais de Band TV, RDC TV, Record e SBT foram atacados fisica e moralmente. Além disso, no dia anterior ao ocorrido, jornalistas do Grupo RBS foram intimidados em protestos na BR-116 e na RS-040.

Comments