Emissora de Santa Maria encerra atividades sem avisar funcionários

Rádio Guarathan esteve em funcionamento por 58 anos. Colaboradores foram pegos de surpresa

Valmir Lima apresentando o programa Dimensão no ar - Reprodução

A rádio Guarathan, de Santa Maria, encerrou suas atividades na última segunda-feira, 8, após 58 anos no mercado local. O detalhe é que os 14 funcionários ficaram sabendo da decisão quando chegaram à sede da emissora na tarde daquele dia e se depararam com a porta trancada com cadeado e um aviso da direção:

O presidente do Sindicato dos Radialistas do Rio Grande do Sul, Silvonei Benfica, informou, em entrevista ao Coletiva.net, que se reuniu com os colaboradores na tarde desta quarta-feira, 10, para pensar uma estratégia, visto que o dono da emissora, Luiz Carlos Cozer, está desaparecido. "Ninguém consegue contato com ele. Não sabemos nem se ele simplesmente fechou a rádio ou se decretou a falência", disse, ao mencionar que a situação é lamentável e alguns trabalhadores estão em "situação desesperadora", pois não conseguem acessar o prédio no qual está situada a rádio e onde deixaram seus pertences pessoais.

Na reunião, Benfica explicou que decidiram levar o assunto para o Ministério Público do Trabalho, que deverá intermediar a busca de uma solução para as pendências econômicas devidas aos trabalhadores. "Também será uma forma de localizar o radiodifusor, que não está sendo encontrado em parte alguma."  

Os funcionários se defrontaram com a notícia quando voltaram de uma paralisação das atividades no último final de semana, devido à falta de pagamento. Quando viram o aviso, eles registraram Boletim de Ocorrência contra a empresa e encaminharam uma cópia do documento ao Ministério do Trabalho. As transmissões foram suspensas às 14h do sábado, 6, e retomadas às 6h de segunda-feira. No mesmo dia, às 14h, a equipe recebeu uma ordem para interromper as atividades para uma manutenção. Quando retornaram, no fim do dia, o prédio estava fechado.  

O funcionário Jorge Nascimento, que também é um dos diretores do Sindicato dos Radialistas da região, falou que, além de atrasos constantes no pagamento dos salários, a empresa não estava depositando o FGTS dos colaboradores. Em fevereiro deste ano, os trabalhadores haviam feito outra greve em virtude do atraso no pagamento da segunda parcela do 13º salário. Há informações de que, nos últimos anos, a renda da Guarathan provinha, principalmente, da venda de horário para transmissão de programas religiosos.

Os funcionários se manifestaram em nota publicada na página do Facebook da rádio:

Os funcionários da Rádio Guarathan tomados de surpresa ao chegarem na sede da emissora para trabalharem, encontraram a mesma fechada com cadeado e um comunicado na porta de entrada que informava o fechamento da emissora a partir das 16 horas do dia 8 de outubro.

Sabedores da importância que a Rádio Guarathan tem para Santa Maria, região e radiofonia gaúcha/brasileira nestes 58 anos de atividades levando informação com responsabilidade e isenção, vem através desta nota lamentar:

  • Nenhum comunicado prévio aos funcionários, anunciantes, ouvintes e comunidade em geral da situação da emissora;
  • Não pagamento das obrigações trabalhistas (salários, vale transporte, FGTS etc...);
  • Condições precárias de trabalho (telefone, internet, computador, instalações, etc...);
  • Falta de diálogo com funcionários;

Os funcionários se solidarizam com os anunciantes e ouvintes pela emissora não estar cumprindo com a responsabilidade de colocar no ar anúncios e programas desde as 16 horas do dia 8 de outubro sem prévio aviso.

Informamos que os funcionários estavam prontos para cumprir suas funções e que não tiveram acesso ao interior da rádio.

Várias tentativas de contato com o diretor da rádio foram feitas por funcionários sem sucesso, e essa falta de diálogo nos últimos tempos se tornou rotineira.

Informamos que foram atingidos de forma direta e indireta por esta situação funcionários, comunicadores autônomos, anunciantes e ouvintes assíduos da programação.

Apesar do abalo moral, financeiro e psicológico com a incerteza em relação ao futuro, os funcionários estão unidos em busca de uma resposta.

E por fim, buscando junto ao seu sindicato as medidas legais cabíveis para uma solução e quem sabe a retomada das atividades.

Atenciosamente, funcionários da Rádio Guarathan.

Santa Maria, 9 de outubro de 2018

Diário de Santa Maria, GaúchaZH, Correio do Povo, Rádio Guaíba, Rádio Imembuí, Rádio Medianeira, UniFM 107.9, Rádio Armazém, Claudemir Pereira Santa Maria 24 Horas, Rafael Nemitz, Rádio Jornal Integração - Restinga Sêca, Rádio Santiago, Radio Verdes Pampas de Santiago, Rádio 14 de Julho, Nativa Santa Maria, Deni Zolin - Página 2, Diário Gaúcho, RBS TV Televisão Santa Maria.

Comments