Machismo nos estádios: campanha produzida pela Moove deseja barrá-lo

Ação 'Futebol Sem Assédio' foi lançada no último domingo, durante a partida entre Grêmio e Internacional

Iniciativa foi lançada ontem, durante o Grenal - Crédito: Divulgação

Com o estádio lotado, a Moove, junto com a produtora Radioativa, aproveitou o clássico entre Grêmio e Internacional, ocorrido no último domingo, 17, para dar o pontapé inicial em campanha que trava uma batalha contra o machismo nos estádios. A ação, que possui o conceito 'Quando o respeito entra em campo, todo mundo sai ganhando', foi desenvolvida para, além de chamar a atenção contra o preconceito, informar sobre a existência da lei de importunação sexual (13.718/2018), que criminaliza o assédio.

A campanha 'Futebol Sem Assédio', que leva o movimento 'HeforShe' - movimento criado pela ONU com o objetivo de fortalecer a igualdade de gênero -, para os estádios, conta com apoio dos clubes da dupla Grenal. Antes da partida, foram distribuídos flyers para os torcedores que se dirigiam à Arena. Dentro do campo, antes da entrada dos jogadores para aquecimento, o locutor apresentou a ação e 12 mulheres representantes dos dois times entraram em campo com a faixa do movimento.

Enquanto isso, um vídeo era transmitido no telão. A campanha ainda conta com estratégia digital, com postagens na página do 'Comitê Gaúcho Impulsor do Movimento ElesPorElas/HeforShe' no Facebook.

Confira a Ficha Técnica:

Campanha: #Futebol Sem Assédio - HeforShe

Cliente: Comitê Gaúcho Impulsor ElesporElas/HeforShe

Diretora de Criação: Laura Azevedo

Diretoras de Arte: Letícia Baldin e Valéria Della Corte

Redatoras: Fernanda Sanchis e Keigiro Ueno

Diretora de Atendimento: Luana Rodrigues

Atendimento: Lisiane Machado Vianna

Produtor: Robson Albuquerque

Arte-finalista: Christian Vieira

Aprovação Cliente: Karen Lose - Coordenadora do Comitê Gaúcho Impulsor ElesporElas/HeforShe

Comments