Facebook terá conselho independente para gerenciar conteúdo

Grupo deverá avaliar ações como identificação, remoção e sanções de publicações consideradas enganosas

A fim de melhorar a gestão de conteúdo no Facebook, a rede social anunciou a criação de um conselho independente de supervisão. A equipe ficará responsável por avaliar ações como identificação, remoção e sanções de publicações tidas como desinformação, enganosa ou que desrespeitem as regras da empresa. 

Em nota, o Facebook afirmou que terá atenção especial ao equilíbrio geográfico e cultural, assim como à diversidade de experiências e perspectivas. O conselho, que terá cerca de 40 pessoas, será formado por especialistas de diferentes áreas, como Jornalismo, Conteúdo, Privacidade, Direitos Humanos e Segurança. A rede social explica que o mandato de cada integrante será de três anos, com possibilidade de uma renovação por igual período.

A medida também se apresenta como um canal de intermediação para os usuários que se sintam insatisfeitos com a remoção ou bloqueios de conteúdos na plataforma. Quando isso ocorrer, a pessoa poderá acionar o conselho, assim como o próprio Facebook, que, por sua vez, consultará o grupo em relação a situações complexas, de grande repercussão pública ou envolvendo conflitos entre as decisões e os valores da empresa.

No comunicado, também foi especificado que o conselho poderá reverter decisões do Facebook sobre permitir ou proibir a veiculação de determinadas postagens na plataforma.

Comments