De sebos e Lavoura Arcaica

      Era uma vez uma amiga que dizia: os sebos te deixarão alucinada!       E eu dizia: "Eu sei o que tem dentro deles. Livros antigos, …

      Era uma vez uma amiga que dizia: os sebos te deixarão alucinada!
      E eu dizia: "Eu sei o que tem dentro deles. Livros antigos, lindos, etc.". Mas a maneira com que eu dizia não era a mesma com que minha amiga descrevia.
      Ficou assim: vamos lá e levaremos as crianças, ela disse. Um momento. As crianças não estão preparadas para ir a um sebo (dentre nós duas, somente eu poderia ter dito tal asneira). Mas, pareceu, naquele momento, uma coisa boa para se dizer, no ritmo em que tudo transcorria. Afinal, se eu não sabia exatamente o que havia em um sebo, como poderia levar as crianças? Seria um risco duplo? Dá prá notar, até aqui, que eu não sabia o que havia em um sebo.
      Bom, levaremos as crianças. Essa minha amiga sabia mesmo como convencer a gente. Fomos. Não vou contar o que aconteceu. Cada interleitor (não sei se funciona esse truque ainda) deveria ir com seus filhos. Juro. Não é piadinha, não. Deveria ser tema de casa para os pais que ainda não o fizeram.
      Bom. Agora, sobre o Lavoura Arcaica?
      Fui ver. Uma obra. Sob o ponto de vista do homem, sobretudo. Nunca vi dois homens conversarem tão calmamente como duas mulheres. Parecia que o Raul Cortez tinha tomado algum remédio calmante para poder dar aqueles bifes de texto em um só fôlego. Nem se movia. Cá prá nós, só incomodou um pouco a familiaridade do ator enquanto personagem adolescente. Durante o filme, lembrei dele em cenas da televisão, naqueles papéis românticos e bonitinhos. No entanto, enquanto menino, no Lavoura, difícil não ser a mãe carinhosa com aquele garotinho fofinho. Calor gostoso. Enfiar os pés por entre as folhas à sombra malhada e dourada de eucaliptos e enterrar os pés na areia. Vivi isso (eu acho), nas florestas de eucalipto localizadas na orla do litoral norte. Nunca mais voltei lá. Será que ainda existe a chance? Enquanto pensamos, ficamos com o excelente Lavoura Arcaica.
      Destaque para o texto do filme. O livro deve ser estupendo.
"Lavoura Arcaica, filme baseado na obra homônima de Raduan Nassar, está em cartaz às 17h20min e 20h30min, na Sala Paulo Amorim, na Casa de Cultura Mario Quintana."
( [email protected])

Comments