Morre o jornalista e advogado Edison Moiano

Velório ocorre nesta tarde e a despedida está marcada para as 18h, no Cemitério São Vicente, em Canoas

Moiano trabalhou por cerca de 30 anos no Grupo Record RS

Vítima de problemas cardíacos, o jornalista e advogado Edison Moiano faleceu na manhã desta segunda-feira, 12, aos 71 anos. Formado pela Famecos, da PUC, trabalhou por cerca de 30 anos entre Correio do Povo e Rádio Guaíba. Deixou o Grupo Record RS em novembro de 2012, quando era editor de Cidades - coordenou o projeto do caderno homônimo, lançado em junho de 2009. O velório ocorre neste momento, no Cemitério São Vicente, em Canoas (Avenida Santos Ferreira, 3721 - Centro). O corpo de Moiano será cremado e a despedida está marcada para ocorrer às 18h.

O jornalista, que era natural de Santiago, na Região Oeste do Estado, ficou conhecido por manter posições e opiniões fortes e por muitos ex-colegas é elogiado como homem ético e de muitos ensinamentos aos mais jovens.

Comments