'Programa do Fabris' está próximo de completar um ano na internet

Apresentador César Fabris conta do orgulho em conseguir colocar no ar uma atração modelada ao seu jeito

Divulgação

Prestes a completar um ano na internet, o 'Programa do Fabris', atração esportiva veiculada nas plataformas digitais, não para de crescer. César Fabris, que já teve passagens por emissoras como, por exemplo, Rádio Grenal, SBT, e Esporte Interativo (EI), e, atualmente, é o apresentador e idealizador deste projeto, contou para o Coletiva.net que é neste programa que se sente mais à vontade, em razão de poder realizá-lo na forma que sempre imaginou, exercendo jornalismo esportivo de maneira isenta e descontraída.

Para o apresentador, o 'Programa do Fabris' é tudo aquilo que ele não conseguiu colocar nas emissoras em que trabalhou, seja por filosofia da empresa, ou por falta de tempo nas programações. "Portanto, esse projeto ficou guardado comigo. Em 2017, quando fui para o EI comecei a ter um relacionamento muito bom com os jogadores, passando a ser amigos de vários deles. Com isso pedi autorização ao EI para viabilizar a iniciativa. Eles aceitaram com a condição de que não atrapalhasse minhas aparições no canal televisivo", lembrou o jornalista. Fabris reiterou, também, que um implemento essencial para a crescente do programa nas redes sociais foi o fato do EI lidar muito bem com o mercado da internet, o que contribuiu para a sua aproximação com o público.

Sobre as dificuldades iniciais, citou que a captação de audiência sempre foi um entrave. Relaciona o fato, pois acredita que o programa é o único na internet a ser produzido de forma isenta, não procurando agradar apenas gremistas ou colorados, por exemplo. "Hoje, quem está indo para a web fazer jornalismo esportivo, na maioria das vezes, está escolhendo ou divulgando o seu lado, realizando o jornalismo esportivo identificado. Continuei com a minha postura de jornalista, só adaptei para internet. Esse é o meu diferencial", frisou.

Fabris destacou dois episódios que, na sua opinião, foram sucesso: "O que teve a participação do capitão tricolor, Maicon, e a banda 'Vou pro sereno'. Com este programa atingimos um grande público, até de São Paulo", contou. O outro foi o que contou com a presença do zagueiro argentino do Grêmio Kanneman. "Os jogadores da dupla Grenal já estão familiarizados com a atração, eles gostam de ir. O Jael, por exemplo, apareceu sem ser convidado uma vez. Foi só para acompanhar", lembrou.

Atualmente, o programa conta com cerca de 10 mil inscrições e curtidas no Facebook, primeira plataforma a ser escolhida para reprodução e divulgação da atração. No Youtube, por ter começado depois, são cerca de 2,5 mil inscritos, porém Fabris comentou que este número vem aumentando consideravelmente a cada semana. "Começamos com mais ou menos 800 visualizações por episódio, e, hoje, já estamos na média de sete mil ou oito mil reproduções por exibição."

Bancada do programa | Crédito: Arquivo Pessoal

Comments