Sérgio da Costa Franco lança dicionário político

Obra reúne mais de 500 verbetes sobre o período histórico de 1821 a 1937

Estão marcados para o dia 19 de agosto, às 19h, na Livraria Nova Roma (Rua General Câmara, 394), o lançamento e a sessão de autógrafos do Dicionário Político do Rio Grande do Sul, de autoria do historiador Sérgio da Costa Franco. A obra reúne mais de 500 verbetes, compreendendo políticos, pensadores, caudilhos, instituições peculiares, partidos de bandeiras, programas característicos e a imprensa alinhada com a política partidária no período de 1821 a 1937 no Estado.  
Editado pela Suliani Letra & Vida Editora, o dicionário tem organização de Mário Rozano, prefácio de Raphael Copstein e projeto gráfico de Alex Medeiros. O projeto recebeu patrocínio das empresas BRDE, Celulose Riograndense, Grupo CEEE, Marquardt Scherer, Randon e Sulgás, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.
Entre os tópicos destacados na obra estão a Revolução Farroupilha, de 1835 a 1845, a Revolução Federalista, de 1893 a 1895, e a Rebelião de 1923. Além de verbetes sobre personalidades dando-se destaque aos que exerceram parcelas do poder, como deputados, senadores, chefes regionais, líderes militares, presidentes provinciais e governadores, dedicaram-se tópicos especiais às instituições, aos grupos partidários e aos jornais de marcada significação política.
A preocupação de evitar referências às pessoas vivas e partidos remanescentes de contendas próximas do tempo levou a limitar a pesquisa ao período de 1821 a 1937, ou seja, do processo de independência nacional ao advento do Estado Novo.
Imagem

Comments