IPA tem parceria com TJRS para levar informações direto à população

Produção dos materiais é feita pelos discentes do curso de Jornalismo para a disciplina de Estágio II - Assessoria de Comunicação

'#Simplifica': projeto da instituição em conjunto com TJRS - Crédito: Divulgação

Os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Metodista - IPA estão com um objetivo: gerar conteúdos educativos para a população. Esse foi o desafio lançado pelo '#Simplifica', projeto da instituição em conjunto com Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS). A produção dos materiais é feita pelos discentes da disciplina de Estágio II - Assessoria de Comunicação e o material é divulgado nas redes sociais do TJRS, da instituição de ensino e do Multiverso IPA - agência experimental de Comunicação Integrada.   

Na primeira etapa, foram traduzidos termos jurídicos habituais, contribuindo para o conhecimento do público, buscando ofertar temas de valor agregado aos seguidores da área do Direito para compartilhamento, com o intuito de ampliar o relacionamento entre o Judiciário e a população. A série teve mais de 80 mil impressões e gerou aproximadamente cinco mil engajamentos no Instagram e no Facebook do TJRS. 

De acordo com a coordenadora dos cursos de Comunicação do IPA, Valéria Deluca, em conversa com o Coletiva.net, é importante haver o acesso a informações relevantes e de qualidade, por parte da população. "A universidade tem a obrigação de devolver para a sociedade o conhecimento que constrói em forma de produtos e serviços que melhoram a qualidade de vida das pessoas. Poder colocar isso em prática junto ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul é motivo de satisfação", destacou.

A segunda fase da parceria prevê a criação de conteúdos sobre direitos e deveres dos cidadãos expressos na Constituição. "Essa convivência com os universitários tem sido salutar, pois nos ajuda a traduzir para a sociedade a importância do Poder Judiciário no cotidiano das pessoas", afirma o presidente do Conselho de Comunicação Social do TJRS, Desembargador Antonio Vinicius Amaro da Silveira.

Comments