2020. O ano de quem acelerou

Por Karine Morais, para Coletiva.net

O fator de maior aceleração no desenvolvimento das empresas, neste ano, foi a Covid-19. Nem gestão, nem investimento ou inovação tiveram tanto impacto em tão pouco tempo nas organizações.

Pesquisas apontam que o crescimento das buscas por "como fazer compras online" foi de 198%*. O crescimento da procura por missa no YouTube foi de 266%**. Mudanças de comportamento em decorrência do isolamento social provocado pela pandemia.

A entrada no mercado digital deixou de ser uma opção para se transformar no principal canal em muitos casos. A adoção de ferramentas tecnológicas foi essencial nesse processo. O que era tendência, virou questão de sobrevivência.

No caso dos eventos, a tecnologia já era bastante presente. Inscrição, check-in, transmissão, eram alguns dos recursos mais utilizados. Mas o distanciamento social, que vetou o público presencial dos eventos, exigiu uma readequação no uso destas ferramentas. Exibir um evento que está sendo realizado para o público ao vivo é completamente diferente de transmitir para a audiência online.

O foco do design de eventos deve ser sempre nas pessoas e - agora - elas estão do outro lado de uma tela, numa perspectiva completamente diferente. A cenografia passa a ser vista em recortes limitados; o tempo de atenção de quem está assistindo é menor do que no presencial; é preciso ter um novo dinamismo para não se tornar entediante. A produção ficou muito mais próxima de um programa de TV.

A distância física fez crescer a necessidade de conexão emocional. E a tecnologia ampliou muito as possibilidades nesse sentido. As plataformas evoluíram e diversificaram as formas de interação.

Em 2020, os profissionais de eventos tiveram que agregar conhecimentos do marketing digital aos seus projetos, ao desenvolver estratégias incluindo o uso de ferramentas virtuais, monitoramento e métricas. Tudo para potencializar contatos, até então, em sua maioria presenciais. Aprendizados para o além-pandemia, pois o físico e o digital deverão continuar unidos, com o que de melhor cada um pode proporcionar.

*Fonte: Dados internos do Google. Imigrantes Digitais Globosat - Coronavírus: o mundo nunca mais será o mesmo

**Fonte: Impacto nos hábitos de compra e consumo - OpinionBox

Karine Morais é sócia-diretora da Storia Eventos e Projetos

Comments