"Gramado sempre esteve no meu imaginário", declara Carlos Saldanha

Diretor de animação recebeu o troféu Eduardo Abelin das mãos do gaúcho Otto Guerra

Saldanha recebe troféu Eduardo Abelin das mãos de Otto Guerra - Divulgação/Coletiva.net

"Quando a gente ganha prêmio lá fora é bom, mas aqui no Brasil tem um gostinho melhor." A declaração foi do diretor de animação Carlos Saldanha, responsável por sucessos como 'A Era do Gelo', 'Rio' e 'O Touro Ferdinando'. O cineasta foi reconhecido na noite deste sábado, 18, com o troféu Eduardo Abalin e recebeu a distinção das mãos do diretor gaúcho Otto Guerra, que ganhou o mesmo prêmio na última edição do evento. No palco do Palácio dos Festivais, diante de uma plateia lotada, disse que estava muito feliz com o carinho que os brasileiros têm com ele. "Antes crianças, com 'A era do gelo' e, agora, adultos com o 'Touro Ferdinando'.

Está é a segunda vez que Saldanha visita a cidade, mas é a primeira que participa do evento. "Gramado tava sempre no meu imaginário. É o festival de cinema mais importante do Brasil e sempre ouvi falar do Kikio de ouro. Agora, vou realizar esse sonho de estar aqui ao vivo para receber um troféu", falou em entrevista ao Coletiva.net, no tapete vermelho minutos antes de entrar no Palácio dos Festivais. Destinado a diretores, cineastas e entidades de cinema brasileiro, o troféu Eduardo Abelin foi criado em 2003 e já homenageou nomes como José Mojica Marins, Zelito Viana, Walter Carvalho e Arnaldo Jabor.

Com o apoio do Banrisul e Canal Bah!, a equipe de Coletiva.net realiza a cobertura em tempo real do Festival de Cinema. Ao longo da programação, a editora do portal, Gabriela Boesel, as repórteres Júlia Fernandes, Luana Nyland e Patrícia Lapuente, a publisher Márcia Christofoli, o social media Felipe Ramires e o fotógrafo Rafael Linck produzirão conteúdo sobre o evento e seus bastidores, além de alimentarem as redes sociais com tudo o que está acontecendo em Gramado.

Comments