Soraia Hanna fala sobre gestão de crise e reputação em roda de conversas da Amcham

Sócia-diretora da Critério debate sobre as marcas avaliarem seu posicionamento

Para Soraia Hanna, um dos pontos centrais para as empresas é saber equilibrar o discurso e a prática - Crédito: Divulgação

A Sócia-diretora da Critério - Resultado em Opinião Pública, Soraia Hanna, participou de uma roda de conversas, na última semana, a convite da Câmara Americana de Comércio para o Brasil (Amcham). No encontro, a profissional debateu sobre as marcas avaliarem seu posicionamento, tanto na divulgação de ações como no gerenciamento de crises, em meio ao cenário que o Rio Grande do Sul enfrenta devido às enchentes. A gestora também compartilhou conceitos e relatou cases que viveu durante sua carreira.

De acordo com Soraia, um dos pontos centrais para as empresas é saber equilibrar o discurso e a prática. "Em um contexto como o que estamos vivendo, a opinião pública se movimenta em uma linha muito tênue: o que é proximidade pode parecer oportunismo, por exemplo. Por isso, é fundamental uma orientação profissional para contribuir nesse processo", reforçou.

Somando mais de 25 anos de trajetória na Comunicação, Soraia expôs diretrizes práticas para marcas lidarem com gestão de crise. Um dos pontos principais, segundo a executiva, é o trabalho prévio. "Toda organização precisa ter um plano de blindagem. Ou seja, identificar riscos potenciais antes de o problema acontecer e ter protocolos e fluxos bem definidos", disse.

Sobre a Amcham

Desde o começo da crise das enchentes, a Amcham promove rodas de conversa com os associados para discussões e construção de caminhos conjuntos. Pilar Rossi, da área de Novos Negócios da Amcham, avalia que a imagem e a Comunicação externa de marcas nesse período são fatores ainda mais relevantes. "Selecionamos temas importantes para os nossos associados neste período de calamidade pública. Saber gerir a crise e se conectar com a sociedade é algo essencial para as marcas."

Para Soraia, a iniciativa da Amcham é importante para reforçar a cultura de Comunicação de empresas de diferentes portes. "Das maiores marcas aos pequenos negócios, a reputação é o principal motivo. É o que verdadeiramente constrói a sua credibilidade. Em um momento de crise, isso é imprescindível", finalizou.

Comments