Vítima de Covid-19, jornalista Regina Andrade morre ao 59 anos

Comunicadora estava hospitalizada na Santa Casa de Misericórdia, em Porto Alegre

Jornalista havia se aposentado no início de 2021 - Reprodução

Morreu, na tarde desta terça-feira, 6, a jornalista Regina Andrade. Aos 59 anos, ela foi mais uma vítima do novo coronavírus. A profissional, que se dedicou mais de 20 anos para a assessoria de Comunicação do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, estava hospitalizada na Santa Casa de Misericórdia, onde já havia sido entubada em 9 de março por desconforto respiratório ocasionado pela doença.  

Após sentir os primeiros sintomas, como tosse seca e coceira na garganta, em 23 de março Regina fez o exame PCR que deu positivo para a Covid-19. Em 1º de abril os sintomas tinham evoluído e ela já estava internada. Solteira, deixou familiares muito abalados, que não quiseram se manifestar ao portal.

Depois de atuar como secretária de José Barrionuevo no Correio do Povo, estudou Jornalismo e se dedicou à profissão como assessora de imprensa por mais de duas décadas, tanto na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, quanto na Câmara de Vereadores da Capital gaúcha. Nos últimos dois anos, trabalhou com o vereador Dr. Goulart (PTB) e se aposentou em janeiro deste ano.

Comments