Farmácia São João é a Empresa Varejista Brasileira com maior porcentagem de mulheres na liderança

Com 70% dos cargos de comando ocupados por profissionais femininas, rede foi destaque no ?Ranking 300 Maiores Empresas do Varejo Brasileiro 2022?

Premiados e conselheiros da rede de farmácias - Divulgação

A semana que está se encerrando começou com premiação para a Rede de Farmácias São João. A gaúcha foi agraciada como a Empresa Varejista Brasileira com maior porcentagem de mulheres em cargos de liderança no 'Ranking 300 Maiores Empresas do Varejo Brasileiro 2022'. Com mais de 15 mil colaboradores, a companhia possui cerca de 70% das funções de comando ocupadas por profissionais femininas. O levantamento completo, realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), pode ser conferido no site.

Em sua oitava edição, esta é a primeira vez que o estudo analisou dados referentes à participação de mulheres. Das 300 maiores empresas, 29 têm mais de 50% de participação feminina na força de trabalho e apenas 14 varejistas têm mais de 50% de líderes mulheres. A gerente de Recursos Humanos na rede de farmácias, Estefânia Cazarolli, é um exemplo delas. A gestora destacou que a São João é uma empresa familiar, que sempre contou com o apoio e a dedicação das mulheres da família do presidente Pedro Henrique Brair, como a mãe Maria Eloni, a esposa Marilei e a irmã Tatiana. 

Conforme Estefânia, a companhia cresceu pautada em uma cultura e propósitos bem definidos, entendendo que homens e mulheres ocupam o mesmo nível de importância, em que todos têm oportunidades e capacidade de crescer, cada um com suas habilidades. "O dia a dia do varejo não é fácil, exige disciplina, resiliência e bastante trabalho. Entendemos, com isso, que a diversidade de gênero promove um espaço de troca, que desperta o engajamento dos colaboradores para que se realizem e sejam equipes de alta performance."

Apesar de apresentar bons índices de participação feminina na base, o levantamento destacou que o setor precisa melhorar na diversidade como pauta estratégica em toda sua abrangência. Para o presidente da SBVC, Eduardo Terra, o estudo traz novas análises focadas em aspectos que estão se tornando cada vez mais importantes, como as mulheres em cargos de chefia. "Pela primeira vez, um ranking de varejo lança luz sobre esse ponto - e os números mostram que tem havido evolução, mas que é possível avançar ainda mais. Questões relacionadas à diversidade, equidade e inclusão se tornarão cada vez mais importantes nas empresas."

Além da presença feminina, a pesquisa avalia aspectos para o desenvolvimento da área, como a geração de empregos, a evolução dos marketplaces, a governança corporativa e a digitalização dos negócios. Conforme os dados, a São João está na 41ª colocação do ranking geral, o que representa avanço de uma posição em comparação com a edição anterior. "Oportunizamos homens e mulheres da mesma maneira, buscando contribuir para que todos os nossos colaboradores possam desenvolver resiliência e liderança, acreditando sempre na capacidade de crescimento profissional", finaliza Pedro Henrique.

 

Comments