Hospital Moinhos de Vento lança site de auxílio a profissionais da saúde

Plataforma tem o intuito de somar forças no combate à Covid-19

Portal reúne as recomendações de condutas adequadas para especialidades como cardiologia, neurologia, pediatria e medicina intensiva - Divulgação/ Hospital Moinhos de Vento

Com o entendimento de que a Covid-19 é uma doença nova, com escassas informações médicas qualificadas, o Hospital Moinhos de Vento lançou um site voltado ao auxílio de profissionais de saúde no combate à pandemia. O espaço oferta respostas sobre dúvidas a respeito do comportamento do vírus e os tratamentos mais adequados aos pacientes, seja na fase pré ou hospitalar.

O espaço disponibiliza os protocolos médico-assistenciais que mostram recomendações de condutas adequadas para diferentes especialidades - como cardiologia, neurologia, pediatria, medicina intensiva, entre outras. Também traz orientações de atendimento para quando o paciente chega na emergência ou como fazer a avaliação em crianças, por exemplo. Informações sobre o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), as melhores práticas e os dados da evolução da doença na cidade, no estado, no Brasil e no mundo, com possibilidade de comparar esses números, também são atualizadas diariamente.

 O superintendente Médico da instituição, Luiz Antonio Nasi, explica que o objetivo é conduzir a situação da melhor forma, prevenindo a infecção de equipes, de outros pacientes, familiares e tratando quem está com a doença da maneira mais adequada. "Isso ajudará a desenvolver uma aprendizagem coletiva sobre o tema, necessária ao combate à pandemia", considera. Conforme ele, é um momento de união, onde todos devem compartilhar conhecimentos. "Outros hospitais e comunidade internacional, incluindo a cidade de Nova Iorque, considerando a expertise deles com o surto de proporções catastróficas", enumera.

Outra notícia é que em duas semanas, fica pronto o laboratório próprio do hospital para a realização de exames de diagnóstico da Covid-19. Serão realizados até 200 testes por dia, feitos a partir da análise de secreção respiratória. Por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), além dos pacientes do Moinhos, também será feita a testagem de pacientes da rede pública, para desafogar o Laboratório Central do Estado (Lacen). 

Além disso, em parceria com a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), o hospital garantirá a realização de mais 150 exames de diagnóstico da Covid-19 por dia e o monitoramento da epidemia no Rio Grande do Sul. Ambas instituições estão aportando os recursos necessários para, por meio do Programa, aumentar a capacidade de diagnóstico para o Lacen.

Comments