Industriais gaúchos fecham 2020 com boas expectativa para empresas e em relação à economia do País

Fiergs divulgou hoje, 16, Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-RS)

Fiergs - Reprodução

Os industriais gaúchos apresentaram boas expectativas para as suas empresas e em relação à economia do País, conforme revela o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-RS), divulgado pela Fiergs, nesta quarta-feira, 16. Segundo o relatório, o aumento foi de 34,1 pontos desde maio, alcançando 66,1 agora em dezembro. Todos os componentes do ICEI-RS - condições atuais e expectativas - subiram neste mês. 

O presidente da Federação, Gilberto Porcello Petry, destaca que, apesar do ano mais difícil da história, a indústria gaúcha fecha 2020 confiante. "Os empresários percebem melhora nas condições dos negócios e estão bastante otimistas com o futuro, mesmo com o cenário ainda de dúvidas por causa do recrudescimento dos casos da Covid-19", afirma.

O ICEI-RS varia de zero a cem pontos. Valores acima de 50 apontam confiança, que aparece mais disseminada entre os empresários quanto maior for o índice. De acordo com o levantamento, o Indicador de Condições Atuais cresceu 39,5 pontos em sete meses consecutivos e, em dezembro, chegou ao maior valor da série histórica iniciada em janeiro de 2010: 64 pontos contra 62,9 de novembro. 

O Indicador de Condições Atuais da Economia Brasileira atingiu 61,6 pontos, alta de 2,2 em comparação ao mês passado. Outro dado relevante é que o percentual de empresários gaúchos que percebem melhora na economia brasileira é quase cinco vezes maior ao do que percebe piora: 55,1% contra 11,2%, respectivamente. O Indicador de Condições Atuais das Empresas passou de 64,6 pontos, em novembro, para 65,2, em dezembro, com 65,3% dos empresários acreditando em melhora e 6,6%, em piora.

O otimismo está ainda maior para os próximos seis meses, conforme pesquisa realizada entre 1º e 11 de dezembro com 197 empresas, das quais 39 pequenas, 65 médias e 93 grandes. O Índice de Expectativas cresceu um ponto na comparação a novembro e fecha o ano em 67,2. As expectativas são positivas para a economia brasileira, com índice de 63,4 pontos. Quase seis em cada 10 empresas gaúchas (58,7%) estão otimistas com a economia em dezembro e somente 6,6% continuam pessimistas. O Índice de Expectativas das Empresas cresceu de 68,2, em novembro, para 69,2, em dezembro.

Mais informações podem ser consultadas aqui

Comments