BriviaDez celebra sucesso de seleção para 60 vagas que recebeu mais de 10 mil currículos

Candidatos de cerca de 20 países e de todos os estados brasileiros se inscreveram

CHCO da BriviaDez, João Andrade - Divulgação

A BriviaDez nada contra a corrente, em um cenário de crise devido à pandemia. Conforme a agência, por lá, o período é de crescimento e expansão do time, marcado pela abertura de 60 vagas. A recente seleção surpreendeu a equipe: foram 10.586 profissionais inscritos para os postos de trabalho abertos. 

Com os mais diversos perfis, os 181 interessados por vaga vêm de 26 estados brasileiros e do Distrito Federal, além de mais de 20 países. E o motivo de tanto interesse, para o Chief Human Capital Officer (CHCO), João A F Andrade, é a cultura nômade da agência de estratégia, experiência e comunicação, que proporciona o home office.

A BriviaDez também trabalhava com profissionais de forma à distância antes da pandemia, a partir de diversos lugares do Brasil e do mundo. "O remote first é nosso grande diferencial. Em outras palavras: a prioridade é técnica, mas o desempate prioriza a diversidade cultural e a capacidade de trabalho remoto", explica Andrade. 

Atualmente, a agência totaliza seis sedes no país e uma no exterior: Porto Alegre e Novo Hamburgo (RS), Brasília (DF), Florianópolis e Joinville (SC), São Paulo (SP) e Lisboa (Portugal). "Nossos escritórios hoje são virtuais. As bases estão abertas para quem quiser ir, trabalhar, sair de casa, estar em outro ambiente. Tudo seguindo os protocolos de segurança. Mas nossa recomendação é para que fiquem e se cuidem em casa", detalha o gestor, que, nos meses de isolamento, lidera o time desde seu sítio, em Santa Catarina, ou da propriedade rural de seus pais, em São Borja.

Segundo o executivo, a companhia percebeu que este é um fator que encanta as pessoas. "Proporcionamos uma condição que vem ao encontro do que os profissionais buscam hoje, conciliando sua carreira com bem-estar e liberdade. Além disso, o trabalho remoto permite fazer parte de projetos importantes para grandes organizações sem precisar se mudar para grandes centros", afirma.

Entre os currículos 430 vieram de Portugal, Espanha, França, Irlanda e Austrália. Nacionalmente, os estados de São Paulo e Rio Grande do Sul lideraram a busca pelas vagas, sendo seguidos por Santa Catarina e Rio de Janeiro.  Evidenciando o compromisso com a cultura nômade, a agência contratou pessoas em locais onde não possui operação, como Goiânia (GO), Salvador (BA) e Vitória (ES). 

 Mais de 20 colaboradores, que contemplam diversos setores da BriviaDez, se envolveram na seleção. "Buscamos avaliar todos os currículos, em respeito aos candidatos que dedicaram seu tempo em enviá-los. Após uma avaliação dos pré-selecionados em conjunto com os heads das áreas envolvidas, agendamos as entrevistas, aplicamos testes e analisamos cases. Foram mais de 500 entrevistas, todas virtuais, em apenas 90 dias", conta o CHCO. 

Para a escolha, ainda foi implementada uma ferramenta de inteligência artificial que otimizou o tempo na busca dos candidatos ideias. Segundo Andrade, toda a seleção seguiu critérios técnicos e comportamentais, disponibilizando as vagas para qualquer tipo de perfil de profissional. Algumas vagas seguem em aberto, e os interessados podem se cadastrar no site briviadez.gupy.io

Comments