Lisane Fernandes: De bem com a vida

Realizada nos âmbitos profissional e pessoal, ela transborda sabedoria para viver

Lisane Fernandes

Seu lema é "aproveitar as oportunidades que a vida dá e buscá-las se ela não te der". Lisane Fernandes, nascida nas águas de março, é uma ariana típica: determinada, entusiasmada, aventureira e dona de uma personalidade marcante. "Arianos beiram à perfeição", brinca, gabando-se do signo, apesar de não ser muito ligada à astrologia. Um ser humano cheio de sapiência, adquirida por meio das experiências que a vida lhe proporcionou, ela presenteia amigos, colegas, familiares e, agora, leitores com seus ensinamentos, como mais este: "A coisa mais importante é a gente estar presente no presente". E, durante a entrevista, provou que faz o que diz, ao estar totalmente entregue ao momento, transmitindo sua história e filosofia de vida em um bate-papo leve e descontraído, como ela.

A mulher que hoje lidera a área de Marketing do Banrisul com seriedade já foi uma menina sapeca. Cercada de irmãos e primos para brincar, teve uma infância feliz, carregando as marcas da juventude nos joelhos constantemente ralados. Com uma vida movimentada, a menina ia com frequência para a casa dos parentes em Terra de Areia, e, com isso, tinha muito contato com animais, o que entende como "um privilégio que poucas crianças têm hoje em dia". Além disso, como todo filho caçula, possuía mais brinquedos do que os irmãos, pois os herdava dos mais velhos. A menina que saiu de Iraí rumo a Erechim e, ainda pequena, mudou-se para Porto Alegre, foi uma adolescente bastante ativa. Gostava de jogar bola, vôlei, handebol, e corrida. "Ah, também fui a primeira mulher a tocar na banda da escola. Sou vanguardista", destaca a profissional, que hoje tem pouco tempo para praticar atividades físicas, devido à rotina cheia de compromissos e responsabilidades.

Filha dos falecidos Inácia Meyer Fernandes e André Alves Fernandes, dona de casa e fiscal do ICMS, respectivamente, Lisane tem quatro irmãos: Lisete, aposentada, com quem mora atualmente; José Guilherme, empreendedor; Adriano, advogado; e Cassiano, arquiteto.

Uma história dentro do Banrisul

O dia a dia ocupado se dá devido ao casamento de 32 anos com o Banrisul. Solteira e sem filhos, criou laços afetivos com os colegas: "A gente passa muito mais tempo com as pessoas que trabalhamos, e isso nos faz criar vínculos". Lisane começou no banco como caixa e foi moldando a carreira. Atuou um tempo na Auditoria Interna, mais precisamente 13 anos. "Nesse departamento, pude ver o banco de trás", observa. Logo depois, migrou para a unidade Comercial. "Foram sete anos vendo o banco de frente", complementa. Após esses dois olhares, atuou como gerente em várias frentes: Mercado, Planejamento e Controle, Eventos, até chegar ao cargo atual, de superintendente de Marketing.

Começou na área em 2011 e segue sentindo-se realizada com a função e seus desafios. Atualmente, sob sua supervisão, o setor contém quatro gerências: Publicidade e Propaganda, Patrocínios, Planejamento e Controle, e Marketing Digital, a área caçula. A equipe conta com 43 pessoas, além de três agências de publicidade. Quanto à trajetória no banco com Comunicação, ressalta o quanto os feedbacks positivos a motivam: "É muito gratificante ter o teu trabalho reconhecido e visto pelas pessoas. E o meu trabalho não é só visto internamente, é nas ruas também". Outro motivo de grande orgulho é o fato de ser a primeira pessoa do Banrisul a ser indicada como melhor profissional de Marketing no Salão ARP, da Associação Riograndense de Propaganda, por dois anos consecutivos.

Uma aprendiz de carteirinha

Quem a vê como gerente de Marketing sequer imagina que, inicialmente, estudou Farmácia na Ufrgs, onde cursou três semestres. Mas foi em Administração de Empresas, com ênfase em Análise de Sistemas, que se formou na PUCRS, "para desespero de meu pai, que teve que pagar", como conta, rindo. Depois das graduações, fez pós em Gestão Bancária e Sistemas de Informação, enquanto estava trabalhando na Auditoria; e quando foi para a unidade Comercial, cursou Marketing Estratégico. "Meus pais queriam que a gente tivesse estudo, e esse foi o legado deles", lembra.

Afora os estudos profissionais, Lisane gosta de ler, apesar de admitir que, ultimamente, está sem tempo em virtude das várias tarefas diárias. Cita Phillip Kotler como referência para um profissional de Marketing como ela, mas também menciona Zilda Arns e Bernardinho, com quem revigorou os conhecimentos sobre disciplina e sobre como conduzir uma equipe de alta performance.

Falando em liderança, declara que sempre se inspirou muito em seus gestores. E compartilha mais um aprendizado precioso: "Mesmo os piores líderes têm alguma coisa para ensinar, procure absorver". Isso para dizer que é possível aprender a partir dos erros e acertos, assim como com qualidades e defeitos das pessoas. Basta saber filtrar o aprendizado entendendo se é um exemplo a ser seguido ou não.

Empatia e harmonia

Empatia é a palavra que melhor a descreve. "Sou aberta ao diálogo, procuro ser justa nas minhas ações, bem ponderada, sensata e também divertida", se autodefine, afirmando ter um olhar muito espirituoso, mas com responsabilidade. Mais um ponto forte da superintendente de Marketing é a habilidade em deixar as pessoas à vontade. "Dizem que desnudo elas, deixo a espontaneidade delas aflorar", revela.

Ao ser questionada sobre como se define, responde: "Uma pessoa feliz, que aproveita a vida da melhor forma no meu entendimento. E que a leva de uma forma leve". E é exatamente isso que passa ao conversar: leveza e tranquilidade. Quando diz que tenta estar sempre de bem com a vida, fica fácil de acreditar.

A energia positiva é um fator importante para a vida da bancária. "Não gosto de ambiente pesado, com briga. A harmonia é fundamental", enfatiza, ao complementar que onde o clima não está bom, nem gosta de estar.

Intensidade e integridade

Ela tem um jeito de ver a vida que deveria ser lei. Para a superintendente, as pessoas têm que entender que são finitas e, portanto, precisam viver intensamente, fazendo o que gostam, tendo experiências que tragam sensações boas, passando por cima da preguiça e, é claro, buscando sabedoria para viver. "Nós não viemos ao mundo com prazo de validade definido, temos que viver o hoje", reforça.

As maiores crenças da profissional são a ética e a integridade. Orgulha-se de dizer que chegou onde está sem puxar o tapete de ninguém. Na sua opinião, isso é o que define sucesso. E acrescenta: "É alcançar o que se almeja, não é dinheiro, não é posto". Para conquistar o que ambicionava, sempre teve uma citação como norteadora: "Quando se é íntegro, nada mais importa. E quando não se é íntegro, nada mais importa".

Da mesma forma, procura ter ao lado profissionais que também ajam assim. Não busca as pessoas somente pela sua técnica, mas pelo caráter. Esta qualidade é o que, segundo ela, não lhe falta. Além do mais, se chegou onde chegou, sabe que não foi sozinha. "Mas acredito que as pessoas ajudam porque a gente se ajuda", dá a dica.

Prazer em viver

Amante de viagens e passeios, Lisane pontua que, antes de ir para o mundo, é importante conhecer a sua aldeia. Isso porque acredita que Porto Alegre e Rio Grande do Sul têm muito a serem explorados. Conhece praticamente o Brasil todo, mas ainda lhe falta a Amazônia. América Latina e Europa foram continentes bastante desbravados. No passaporte, ainda constam carimbos de lugares como Estados Unidos, México, Tailândia, Camboja, África do Sul e Rússia. Viajar, para ela, é perceber o quanto somos pequenos no mundo e aprender cada vez mais.

A fim de se entreter, curte mesmo é televisão. "Não gosto de procurar, prefiro que me deem", explica, referindo-se ao fato de evitar internet, pois, pessoalmente, procura não estar tanto nas redes sociais, considerando que elas roubam muito tempo. O WhatsApp, especialmente, é uma das redes sociais que mais a incomoda, porque parece haver uma obrigação de responder quando se está on-line. Por conta disso, ela é Old School, escolhendo novelas, séries e filmes, assim como jornais, revistas e rádios.

Gremista, adora assistir aos jogos do time do coração, mas sabe ser isenta quando faz reuniões com os clubes, quando estes buscam apoio, considerando que o Banrisul patrocina também o Internacional. Quanto ao lado gastronômico, é simples e tradicionalista: "Minha comida favorita é nosso churrasquinho com a minha salada de batata". Porém, não esconde que também se delicia com o estrogonofe da irmã. Quanto às sobremesas, fica com o sorvete. Doces até são bem-vindos, desde que não muito doce.

Essa é Lisane, uma pessoa em constante evolução pessoal e profissional, que preza por ambientes leves, energia positiva, e estar cercada por pessoas de caráter, conhecimento e lazer. Uma mulher que busca o melhor: das pessoas, de si e da vida.

Comments