Facebook fará maior fiscalização sobre notícias falsas

Checagem dos fatos será de responsabilidade das agências Lupa, Aos Fatos e France Press

Facebook intensifica fiscalização sobre fake news - Reprodução

A plataforma Facebook comunicou que praticará mais mudanças. Dentre essas modificações está uma maior fiscalização sobre notícias e conteúdos não verdadeiros, que, quando assim identificados, terão sua propagação restringida. Junto a isso, está a inserção do setor denominado 'Qualidade da Página', ao qual o administrador passará a ter acesso. Neste local, ficarão as postagens qualificadas como 'falsas', 'mistas' ou com 'título falso'. No Brasil, a checagem destes fatos ficará por conta das agências parceiras da rede social: Agência Lupa, aos Fatos e France Press.

Em comunicado oficial, a empresa disse esperar que isso forneça às pessoas as informações necessárias para policiar comportamentos inadequados de administradores de uma mesma página. Ainda, pretende entender melhor os Padrões da Comunidade e, em alguns casos, informar quando acreditarem que a plataforma tomou uma decisão incorreta sobre um determinado conteúdo.

Discursos de ódio, violência, conteúdo explícito, assédio, bullying, produtos controlados, nudez adulta, atividades sexuais e apoio ou glorificação de indivíduos não permitidos no Facebook também serão removidos. O motivo é que a rede social entende que estes comportamentos não respeitam os chamados Parâmetros da Comunidade. Entretanto, os administradores das páginas poderão ter acesso a estes conteúdos e, também, contestá-los.

A reincidência foi outro assunto trazido à tona pelo Facebook, que fará um policiamento maior a autores de páginas removidas. Tal ação passará a ser exercida em virtude de a organização ter detectado pessoas trabalhando para contornar a política da plataforma, usando páginas existentes que elas mesmas já gerenciavam, utilizando-as para o mesmo propósito que a da página removida. Então, no sentido de coibir essa prática, a plataforma decidiu poder retirar outras fanpages de autores de páginas removidas, mesmo que essas não tenham incorrido em algum descumprimento.

Conforme a companhia, para tal ocorrência precederá uma análise de um amplo conjunto de sinais, tais como quem são os administradores ou a similitude dos nomes das páginas.

Comments