'Tambor da Aldeia' registrou mais de 230 ocorrências em 2022

Boletim tem curadoria do vice-presidente da ARI, Vilson Romero

Informativo completou 17 anos em 2022 - Crédito: Divulgação

Boletim mensal produzido pelo departamento de Direitos Sociais e Imprensa Livre da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), com curadoria do vice-presidente Vilson Romero, o 'Tambor da Aldeia' registrou 233 ocorrências envolvendo liberdade de imprensa em 2022. O informativo, que pode ser acessado neste link, reúne informes de abrangência nacional e mundial.

No último ano, a coluna 'Notas do Brasil' trouxe 155 relatos que envolvem casos de agressões físicas, verbais e assédio virtual, bem como cerceamento ao trabalho de comunicadores, censura de reportagens, tentativas de quebra de sigilo das fontes, entre outros. Entre os fatos mais marcantes, foram reportados dois assassinatos: o de Dom Philips, no Vale do Javari, no Amazonas, e o de Givanildo Oliveira, em Fortaleza, no Ceará.

Em nível internacional, a coluna 'Pelo Mundo' incluiu 78 novos fatos ocorridos em dezenas de países. Os registros incluem mortes, prisões, agressões e outros atentados ao exercício da profissão. Além disso, o informativo mensal ainda destacou decisões e iniciativas envolvendo ações indenizatórias, assim como outras medidas judiciais contra e a favor de veículos e profissionais da Comunicação no âmbito nacional e internacional.

O trabalho de pesquisa e edição do 'Tambor da Aldeia', que, em 2022, completou 17 anos de existência, é baseado em plataformas digitais que abordam a liberdade de imprensa. Entre janeiro e dezembro do ano passado foram publicados 52 boletins. Vale ressaltar que o departamento de Direitos Sociais e Imprensa Livre da ARI também recebe denúncias pelo e-mail [email protected].

Comments