Oficina de Jornalismo Cultural abre segunda turma e recebe inscrições

Curso será conduzido pelo jornalista Rafael Glória, editor-fundador do site Nonada - Jornalismo Travessia

Oficina de Jornalismo Cultural - Divulgação

A quinta edição da Oficina de Jornalismo Cultural esgotou as vagas e, por conta disso, uma segunda turma está sendo ofertada - e já está recebendo inscrições. Entre os dias 20 de julho e 10 de agosto, sempre aos sábados, das 14h30 às 17h, o jornalista Rafael Glória levará aos participantes informações sobre assuntos relacionados ao tema do curso. O diferencial desta edição, de acordo com o ministrante, é que o grupo gravará um podcast, o qual será construído ao longo do curso. Nas aulas, que serão expositivas, Rafael falará sobre assuntos como a questão da representatividade, a arte da apuração na área cultural e a importância do debate de ideias. Além disso, abordará as mudanças que a internet e os fãs causam na cobertura cultural.

A programação será dividida em quatro momentos. No primeiro, o grupo discutirá a Cultura e o Jornalismo Cultural, explorando a diversidade do conceito e a intersecção com a Política. Na parte teórica, os participantes deverão fazer uma reflexão sobre a diversidade da ideia de Cultura e sua relação com o campo jornalístico. Também farão a problematização do entretenimento e da questão de gosto pessoal. Depois, realizarão análises de diferentes matérias da área, seguidas de discussão.

Na sequência, Rafael apresentará exemplos de resenhas e críticas em diversos setores, como música, cinema, literatura, jogos digitais, seriados. Ainda, mostrará diferenças e paralelos entre os discursos, além de trazer um breve histórico e a importância da crítica para o jornalismo cultural. Na fase prática, o grupo assistirá a um curta, seguido de debate com análises e comentários.

Na terceira parte do curso, os alunos serão convidados a conhecer mais detalhes sobre a apuração nas matérias sobre o assunto. Na parte teórica, o ministrante falará sobre a escolha da pauta e sobre se aprofundar na questão do produto cultural e no contexto em que está inserido. Depois, o professor levará um fato que deverá ser apurado e consultado em aula, em um exercício de mini apuração em conjunto.

Por último, será feita a gravação do podcast, cuja estrutura será dividida em três blocos, cada um com 10 minutos. O material contará com discussão sobre o jornalismo cultural realizado atualmente, análise de matéria que saiu na época da gravação; debate sobre o curta escolhido e visto no segundo encontro; e bate-papo sobre a apuração feita em aula e os desdobramentos possíveis que poderiam ser realizados sobre.

Jornalista formado na Ufrgs, Rafael é especialista em Jornalismo Digital pela PUC e mestre em Comunicação pela Ufrgs, onde realizou uma História Cultural do veículo alternativo Coojornal. Ele tem experiência em jornalismo impresso e digital, colaborando com periódicos como Correio do PovoJornal do ComércioJornal Metro.

Os encontros serão na Rua Lopo Gonçalves, número 485, no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre, e o curso tem cinco vagas. O pagamento das inscrições pode ser feito diretamente por depósito e transferência bancária. Mais informações devem ser consultadas pelo fone (51) 99991.5282 ou pelo e-mail [email protected].

Comments